Pesquisar neste blog


Um dos blogues mais bonitos e originais e que merece ser visitado mais do que uma vez, pelas suas curiosidades, historias num mundo magico, videos de musica e cinema, entre muitas outras coisas...
(Dito por um fã)

_____________________________


O primeiro passo para superar o bloqueio de escritor não é começar a pensar, mas começar a escrever." ~*~ Christopher Rice.

A Minha Melhor Amiga

Daisypath Friendship tickers
Se eu tenho um contador de namoro, porque não um contador de amizade?? ;)

Namorando...

Daisypath Anniversary tickers
Um dia sem ouvir a tua voz é como descobrir que o mar morreu.

domingo, abril 22, 2012

Dia da Terra

Hoje venho lembrar um posto que fiz sobre o Dia da Terra, tudo por causa do google que hoje tem uma nova imagem muito original e que me fez lembrar este dia.
E como não tenho muito mais a dizer senão que Amo a minha Terra, e a Deusa Terra, Deusa Mãe, fica este post mais pequenino.

sexta-feira, abril 20, 2012

Mudar o nome de uma aldeia

Sempre soube que existem nomes de cidades vilas e aldeias muito estranhos, mas sempre pensei que isso fosse um atributo exclusivo do nosso Portugal, ja vi nomes de aldeias como Carne Assada, Cabeçudo, Covas de Ferro, Albogas, entre outros, Só que  agora descobri que isto não se passa apenas por cá.
A aldeia austríaca de Fucking vive dias conturbados. Cansados de serem motivo de piadolas fáceis dos turistas de língua inglesa e de pagarem do seu bolso a substituição das placas da localidade constantemente roubadas pelos visitantes, os “fuckinguenses” decidiram mudar o nome da terra para Fugging. Mas, afinal, já existe uma terra com esse nome no país e não está disposta a partilhá-lo.
Afinal lá fora também existem nomes de aldeias muito estranhos, assim deixamos de ser os únicos a ter nomes do género, Bexiga, Rio Cabrão, Venda da Gaita ou Vila Nova do Coito. Neste caso, o nome em causa é um pouco mais grave do que estes.
Tudo indica, portanto, que o calvário desta terra amaldiçoada pela linguística vá continuar por mais uns tempos. Baptizada com um nome totalmente inofensivo em alemão por causa de um lorde, Focko, que terá fundado o povoado no século VI, Fucking começou a dar nas vistas após a II Guerra Mundial, quando se tornou ponto de peregrinação obrigatório para as tropas britânicas e norte-americanas estacionadas ali perto, em Salzburgo.
Começou aí a fama da aldeia com nome em vernáculo. E depois vieram os turistas. Roubavam as placas, fotografavam-se e filmavam-se junto a elas, por vezes tirando a roupa e cumprindo o desígnio indicado pela palavra que em inglês – e traduzindo de forma civilizada – quer dizer “praticar o acto sexo sexual”.
Por este motivo já entende porque é que esta aldeia pretende mudar o nome da mesma, até porque segundo este mesmo artigo já têm surgido alguns actos de vandalismo e até mesmo algumas piadas sem piada como a criação de t-shirts com a mensagem “I like Fucking in Áustria”.
Ao anunciar a intenção de mudar de nome, muitos turistas ja dizem neste momento: “Vamos a Fucking enquanto é tempo!”

Fonte: Publico

quarta-feira, abril 18, 2012

Misterioso e intrigante

Há uns aninhos comprei o Oráculo das Sereias, e até fiz um post sobre isso na altura, costumo consulta-lo porque ele dá-me muitas respostas até em altura em que eu estou nervosa ou ansiosa demais para consultar o tarot, porque como sabem, o tarot é de certa forma influenciável pelas nossas emoções e para termos uma resposta mais concreta possível temos que estar calmos e limpos de qualquer outra emoção.
Na véspera do dia em que os pais do João vinham conhecer os meus, eu estava mesmo muito nervosa, não sabia se aquilo iria correr bem, apesar de já ser hora de se conhecerem, e por isso fui consultar o oráculo sem fazer qualquer pergunta, apenas pedindo para ele me indicar um caminho para que eu me acalmasse, e então saiu esta carta.

segunda-feira, abril 16, 2012

O milagre do ano

Já não é novidade que desde o que o meu namorado entrou na minha vida tudo ao meu redor tem levado uma volta de 360 graus, começando pelo facto dos meus pais gostarem muito dele até ele conseguir com que eu saísse mais vezes de casa, para não falar nas vezes que vou à Sertã com ele e com os pais dele, e daquela vez em que me deixaram passar a passagem de ano com ele em Belas, na nossa casita.
Agora o que eu pensava que ele nao ia conseguir - pelo menos não tão rápido - era levar os meus pais à Sertã passar um fim-de-semana! Na sexta o João trouxe um colchão insuflável e dormiu aqui em casa - para meu grande espanto - sozinho, porque o meu pai não quis grandes misturas e eu tive que ir para o meu quarto, mas enfim, não tinha razão para me queixar.
A Vila da Sertã
Na manhã de sábado, foi levantar cedo para sairmos a horas, o meu pai foi o primeiro, foi comprar pão para a minha avó - para fingir que ia buscar o João - enquanto eu e a minha mãe fazíamos as camas e arrumávamos a cozinha e as malas da roupa. Ele ficou na sala a esvaziar a colchão para o embrulhar.

segunda-feira, abril 09, 2012

Jovens sem valor??

Vi esta noticia e decidi partilhar para falar um pouco sobre ela. 
«Salvo raras excepções de alunos que à partida não precisavam da universidade, a maior parte do perfil ainda continua a ser de funcionário, ou seja, pessoas com reduzida capacidade de autonomia», disse à Lusa José António Salcedo, CEO da Multiwave Photonics.
«Há milhares de jovens licenciados desempregados mas não há valor económico na sua licenciatura. O sistema produz jovens [licenciados] que não servem para nada», frisou.
Não creio que seja verdade, porque o ser melhor ou pior também depende de cada pessoa, se os alunos não servem para nada, então, se calhar, os professores também nao. Estar a dizer isto é estar a ofender quem realmente se esforça por estudar ou ensinar e ser algo melhor, e que não tem culpa das coisas estarem como estão. Mas por outro lado também sou da opinião - embora não possa falar muito sobre isso pois nunca me foi dada a oportunidade de ter uma licenciatura - de que, quer nas escolas, quer nas universidades deveriam haver aulas práticas e/ou estágios obrigatórios e que contariam para reforçar a experiência das pessoas, visto que hoje em dia todos os patrões só pedem gente com experiência e é claro que quem sai das universidades não a tem!

Fonte: Diario Digital

terça-feira, abril 03, 2012

A Avozinha Ginasta

Johanna Quaas começou a praticar ginástica rítmica aos 30 anos e, aos 86, surpreende todos com a sua agilidade e elasticidade. Num campeonato mundial realizado na cidade alemã de Cottbus foi aplaudida de pé. Veja os vídeos.
A "avó ginasta", como é referida na Internet, impressionou o público, no fim de semana, durante a participação no Campeonato Mundial de Cottbus, na Alemanha.




Johanna Quaas, de 86 anos, saltou para as paralelas e fez o pino, cambalhotas e suportou o peso do corpo nos braços, ficando em posição horizontal.
No solo, a mesma agilidade e elasticidade nas rodas, saltos e pinos desta ginasta alemã, natural de Halle.   



Dando jus ao ditado popular "velhos são os trapos", Johanna Quaas demonstra que aos 86 anos ainda se pode ter uma boa forma física.

domingo, abril 01, 2012

Uma nova vida para os cegos

Steve Mahan, um norte-americano que perdeu 95 por cento da visão, saiu de casa, em Sillicon Valley, na Califórnia, sentou-se no banco do condutor de um Toyota Prius coberto de sensores e câmaras e foi encomendar comida mexicana a um restaurante na zona, antes de passar pela lavandaria para recolher a roupa.

"Auto driving." A voz feminina que recebeu Steve Mahan no carro experimental da Google marcou o início da primeira viagem de um passageiro que não está envolvido no projecto da empresa para a construção e comercialização de automóveis que se conduzem a eles próprios.

Estes carros usados nos testes da Google – que começaram em 2010 – têm um sensor no tejadilho, capaz de captar imagens em todas as direcções e construir um mapa tridimensional da área, que inclui a posição de outros veículos. À frente e atrás há sensores de proximidade (como os que alguns carros têm para ajudar nas manobras de estacionamento). No interior, está instalado um sistema de GPS, que inclui os limites de velocidade de cada estrada e toda a informação geográfica que a empresa recolhe através de serviços como o Street View. Há ainda uma câmara, perto do espelho retrovisor, que detecta semáforos e elementos em movimento, como bicicletas e peões.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...