Pesquisar neste blog


Um dos blogues mais bonitos e originais e que merece ser visitado mais do que uma vez, pelas suas curiosidades, historias num mundo magico, videos de musica e cinema, entre muitas outras coisas...
(Dito por um fã)

_____________________________


O primeiro passo para superar o bloqueio de escritor não é começar a pensar, mas começar a escrever." ~*~ Christopher Rice.

A Minha Melhor Amiga

Daisypath Friendship tickers
Se eu tenho um contador de namoro, porque não um contador de amizade?? ;)

Namorando...

Daisypath Anniversary tickers
Um dia sem ouvir a tua voz é como descobrir que o mar morreu.

quarta-feira, novembro 30, 2011

Videncia

Nunca sabemos o motivo um determinado sonho que temos, mas muitas vezes são medos que temos que nos fazem ter sonhos estranhos, e curiosamente muitas vezes parecem bem reais. Esta noite sonhei que andava a limpar a minha lareira, mas não tinha sitio para deixar a cinza, entao andava ás voltas no patio á procura de um sitio para deixar a cinza. Quando nisto vejo uma rapariga nova de cabelos loiros e compridos, muito jovial, era extremamente semelhante á imagem que tenho da deusa Iana que surge nas minhas historias é que dá nome a este blog. Ela pediu-me a cinza e colocou-a numa caneca, tapando-a de seginda com um véu olhando para o interior com muita atenção. Pouco depois ela diz-me:

Tu vais engravidar!

Fiquei em pânico, sabia que nesta altura era muito mau isso acontecer até porque não tinha como sustentar a criança e só o ordenado do João não chega para nós dois quanto mais para três. E perguntei-lhe:

terça-feira, novembro 29, 2011

Matou 77 pessoas mas não pode ser preso

Estava á procura de uma tema para escrever no meu blog, e foi logo esta a primeira noticia que li.

Um jornal norueguês noticiou que psiquiatras consideraram que Anders Behring Breivik não estava na posse das suas faculdades mentais no momento dos ataques de 22 de Julho, pelo que não irá para a prisão.

Anders Behring BreivikImage by ghostofgoldwater via FlickrFiquei escandalizada. Então este sacana  que me pareceu perfeitamente lucido para matar aquelas pessoas agora na altura de ser julgado é considerado como doente?? Mas isto faz alguma lógica?? Então agora podemos andar todos por aí a matar porque não nos acontece nada visto que vamos ser considerados como doentes!! Pelas barbas de Neptuno, tenham dó!

segunda-feira, novembro 28, 2011

Britânica desmaia sempre que o telemóvel toca

Eu ouvi isto no rádio hoje de manhã quando ia para Belas buscar o João e fiquei curiosa. Tinha algo a ver com telemóveis, porque eles estavam sempre a perguntar se o telemóvel já tinha tocado e se tinha conseguido atender a chamada, etc. Achei estranho, mas pensei que fosse assim algum tipo de estatística. Até que lá revelaram do que se tratava.

A britânica Caitlin Wallace não ganha para o susto: sempre que um imprevisto ocorre, nomeadamente quando o telemóvel toca, a mulher de 26 anos desmaia e sofre um ataque de cataplexia.
Fiquei logo boquiaberta e até levantei o som do rádio. 
De acordo com o jornal ‘Daily Mail’, o problema afecta Caitlin Wallace, na pior das hipóteses, 20 vezes ao dia. As paralisações podem durar vários minutos, apesar de a doente conseguir ouvir tudo o que se passa.
Contaram também que para além do telemóvel, sempre que ela se ria também acontecia o mesmo, se no trabalho lhe contassem algo divertido parar rir ela imediatamente desmaiava. Por causa disto ela já tinha perdido vários empregos devido ao numero de vezes que desmaiava por dia. 
Os problemas surgiram há pouco mais de um ano e os médicos sugeriram que a britânica consultasse um neurologista. Foi então que lhe foi diagnosticada cataplexia, agravada por narcolepsia.
Caitlin diz que tem o corpo cheio de arranhões e cicatrizes resultantes das quedas. Espera agora conseguir arranjar um part time compatível com as suas necessidades especiais.

sexta-feira, novembro 25, 2011

Marido vende-se

Nunca me passaria pela cabeça fazer umas coisa destas, mas pelos visto há quem o faça! O artigo que encontrei não diz onde isto aconteceu, mas presumo que tenha sido na América.
Ora passa-se o seguinte, uma mulher resolve por o marido á venda, pelo facto deste passar o dia todo a jogar no computador. 
Kyle Baddley aprendeu à sua custa quando a mulher, alyse, se sentiu frustrada pelo seu vício pelo jogo de consola “Call of Duty” – pô-lo à venda.
For SaleImage by Ian Muttoo via Flickr
“Estou a vender o meu marido de 22 anos”, diz o anúncio. “Adora comer e jogar jogos de vídeo todo o dia. Fácil de manter, apenas o alimente e lhe dê água a cada 3 a 5 horas. Tem de ter Internet e espaço para jogar. Cansei-me de esperar por isso o liberto para boa casa.”
O anúncio era, como é óbvio, uma brincadeira. Mas isso não impediu as pessoas de responderem.
Uma mulher ofereceu-se para o treinar. Um homem ofereceu-se para trocar de lugar com Kyle, acentuando que estava já treinado e preferia livros a jogos.
Kyle parece ter aprendido a lição e joga um pouco menos agora. Encara o acontecido com humor – mas salienta que a mulher já andava em cima dele quando o jogo foi posto à venda.
 Isto realmente há gente para tudo, eu não sei se acharia muita piada se me tentassem vender  mas pronto, a noticia de tão estranha que é até faz não ter mas o que escrever sobre o tema. No entanto pode ser que alguém goste da ideia, mas quanto a mim eu preferia vender o jogo do que vender o marido!


Fonte: Destak

quinta-feira, novembro 24, 2011

Fome

A historia que vou contar a seguir é real, e quem me contou pediu-me para não dizer nada a ninguém e não vou dizer, não vou revelar nomes nem locais e muito menos vou dizer quem me contou. A historia é a seguinte, um casal amigo da pessoa que me contou - a quem vou chamar de A - está a passar por uma situação deveras complicada, o casal tem dois filhos pequenos, tanto ele como ela trabalham, mas a empresa onde ele trabalha vai suspender o serviço que ele presta, e ele ainda não sabe se vai ficar a fazer outra coisa ou o que é lhe vai acontecer, ela para além do trabalho que tem ainda faz algumas coisas por fora.
Até aqui acho que ninguém me poderá dizer que a situação deles é má, pois, e se eu vos contar que este casal não tem dinheiro para comer! É verdade, e porquê?
Porque do lado dela há uma divida para pagar de cerca de 600€ por mês durante três anos, divida essa que não foi ela que fez, mas como o seu nome estava lá, agora é à sua conta bancária que vão buscar o dinheiro. Para além disto há a escola do filho mais velho que são mais 300€, a renda da casa, mais 400€, sem falar em água, luz, telefone, gás, condomínio, tv cabo, etc, isto tudo somado levou esta família à falência!

O que eu pretendo ao contar esta história é que me digam como é que eu ajudar a pessoa que me contou a ajudar este casal. Podem me contactar aqui pelo blog, podem enviar aquilo que acharem que podem porque isto é como eu sempre digo se todos dermos um bocadinho já vai ser muita coisa, se todos pudermos ajudar, esta família pode aguentar até o problema da divida estar resolvido! 
Podemos pensar que temos aqui um caso estilo Grécia, mas não, esta família é honesta, paga tudo o que tem de pagar a tempo e a horas, simplesmente tem agora um problema que não é deles e está a tentar resolve-lo! Eu gostava imenso de poder fazer a diferença com este post, e que com a contribuição de quem está a ler poder ajudar quem neste momento não tem dinheiro sequer para colocar comida na mesa! Pensem, este casal tem duas crianças menores! 

quarta-feira, novembro 23, 2011

Challenge for... myself!

Hoje é o dia! E de hoje não passa. Vou começar a minha maratona de escrever 500 palavras por dia.

Ontem, quando me estava a preparar para começar toca o telemóvel, e quem mais podia ser senão o João? É bom ouvir a voz dele logo de manhã, e estava a convidar-me para ir almoçar com ele, era o eu ultimo dia de férias. Eu lá liguei para a minha mãe e ela deixou-me ir - porque eu tinha-lhe dito no dia anterior que ia almoçar com ela - fui logo me vestir e sai de casa.
Novamente voltei a sentir-me um pouco  um pouco desiludida comigo mesma. Onde é que vou ter tempo para me dedicar ao segundo livro??
Mas estou a ser pateta, é claro que eu tenho tempo, bastava eu querer ter tempo. A minha amiga sempre me disse que se eu escrevesse nem que fosse meia hora por dia, já era um avanço, mas claro que nem todos os dias temos a mesma inspiração e há dias em que escrevemos e outros menos, é normal. Eu tive dias em que era capaz de escrever capítulos inteiros com cerca de cinco ou seis páginas! Agora olho para aquilo e já me sinto saturada. Então decidi, já que gosto assim tanto de desafios vou-me desafiar a mim mesma.
Fui procurar na net de um contador de palavras que me desse noção de quanto me falta para concluir, e encontrei alguns, encontre até um site com um pequeno desafio, escrever 1000, 500 ou 250 palavras por dia.

Voei!

Voei, lembram-se?
Já são teclas gastas,
Sim, eu sei
Mas é altura de confessar.

... Alturas me abraçaram, me elevaram
Como nunca.
Mas, agora, ai agora,
Bem me empurram para terra.

Terra. Peso. Cuidados. Mortes.
De cima de eu vos tirei,
Agora, não mais. Não!
Nem Alexandre o Grande se atreveu a alguma tamanha ousadia.

É bom, dá para sentir,
Para pensar, corrigir e agir.
Agir, bem, sim. Ou será que não devia?
Talvez deva deixar o rio fluir.

O que passa, não volta atrás.
Óh grande, olha as tuas influências em mim!
Mas sim, talvez ele passe e eu,
Eu, talvez, o veja passar.

Mas não me sinto bem com isso,
Ora, sou rocha ou humano?
Raios me matem senão agir,
Senão lidar contigo de frente, óh terra!

O céu, tenta cuspir-me para ti,
Ora pois bem.
Se tenho que te viver,
Viverei à nova, antiga maneira do meu ser.

Se me sentires tragável, embraça-me
Possui-me em ti.
Ora senão, cospe-me de volta aos altares,
À nostalgia de voar!
Por: Alexandre Borges

terça-feira, novembro 22, 2011

Achmed the Dead Terrorist Has a Son

Defenitivamente sou fã destes vídeos. Está fantástico!! Espreitem e divirtam-se.
O vídeo está em inglês e não tem legendas.

segunda-feira, novembro 21, 2011

I wanna mary you!!

It´s a beautiful night
We´re looking for something dumb to do
Hey baby,
I think I wanna marry you

Is it the look in your eyes,
Or is it this dancing juice?
Who cares baby?
I think I wanna marry you



Just say I do
Tell me right now baby
Tell me right now baby, baby
Just say I do
Tell me right now baby

 

Cinco maus hábitos alimentares

Fazer uma nutrição equilibrada é a palavra-chave para obter um estilo de vida saudável. Desde comer comida plástica até evitar o pequeno-almoço é considerado um mau hábito alimentar a largar desde já.
São os maus hábitos alimentares que não nos deixam perder peso e ter uma vida saudável. Por vezes damos por nós a pensar que a forma como comemos pode ser prejudicial para a nossa saúde. Veja alguns dos maus hábitos a evitar imediatamente.

Mau Hábito Alimentar #1

At Gates Barbecue in Kansas City. A combo plat...Image via WikipediaComer depressa é um dos principais maus hábitos alimentares a largar imediatamente.

Razões:
    * Acaba por não mastigar a comida decentemente, deixando o trabalho para o seu sistema digestivo.
    * Ao mastigar depressa entra mais ar para o seu estômago.
    * O seu cérebro precisa de 20 minutos para perceber que o seu corpo está satisfeito.

Evite as comidas rápidas de mão e opte por comida saudável em que usa talher. Lembre-se de fazer pausas enquanto come e de beber água à refeição.

Mau Hábito Alimentar #2

Comer enquanto anda, conduz, passeia, trabalha é de evitar se pretende um estilo de vida saudável. Mantenha as principais refeições na sua agenda diária juntamente com as restantes atividades.
Comer enquanto vê TV ou está sentada em frente ao computador também é prejudicial. Há que se concentrar no que está a comer e não no que está a fazer.

sábado, novembro 19, 2011

Nada de nada

Tentei procurar alguma coisa sobre as cheias em Belas ou Queluz, mas não encontrei absolutamente nada! A unhas coisa que de que falam é nas cheias na Parede ou na rotunda de Massamá que, desculpa lá RTP mas Massamá não é Queluz!! Quando muito podia ser Barcarena que fica ali muito perto.
Tirando isso o que encontrei foi este pequeno video:


Também encontrei este, mas é de 2008, só para verem onde eu estava, aquilo é muito proximo do cruzamento dos Fofos de Belas

sexta-feira, novembro 18, 2011

Cheia em Belas

Hoje a minha mãe precisava uma uma pequena (grande) ajuda para desarrumar a sala, - sim eu escrevi bem, desarrumar a sala - e porquê? Porque ao fim desde tempo todo o meu pai meteu na cabeça que quer por uma lareira na sala, de modo que eles já tinham andado a ver e vão mesmo avançar. Assim ela chamou o João e mais a senhora que nos faz as limpezas semanalmente para virem ajudar. Ela chegou pontualmente ás 13h horas da tarde, e pôs-me logo a trabalhar, felizmente que pouco depois o João ligou a dizer que estava despachado e eu tive que o ir buscar (a casa) e como havia transito e muita chuva demorei mais. Mas isso não foi desculpa para ele não tivesse que carregar com um móvel para casa da minha avó, ele a minha mãe e a tal senhora, eu tive que o limpar todo muito muito bem limpo.
Já eram 17h horas quando fomos lanchar, foi nessa altura que também começou a relampejar e a chover torrencialmente. A minha mãe ligou - porque tinha ido buscar o meu irmão - para que eu fosse levar o João a casa porque o tempo estava a ficar mau e ela não queria que eu andasse na rua, assim fiz, depois dele a convencer a deixar-me jantar com ele em Belas.
A chuva não parava, achei que o IC19 estaria um caos e não me devo ter enganado muito, por isso fui pelo caminho que costumo fazer, pelas estradas interiores, aproveitando um pequeno troço da A16 em que não se paga. Saí na Venda Seca, logo aí encontrei a estrada cheia de água, mas dava perfeitamente para passar, por isso continuei, assim que começo a descer a Idanha o aglomerado de água adensa-se á minha volta. A estrada transformara-se num rio, eu deixara de ver as linhas no alcatrão e até mesmo os passeios. Era a loucura! Nunca vira tanta água na minha vida.

Por causa da vizinha

Ontem a minha mãe tinha que sair com uma vizinha nossa que não tem muitas possibilidades de se deslocar sozinha, e precisava de ir ao médico e ás compras. 
Acordou-me ás 9h da manhã, para perguntar se eu lhe fazia as camas, claro que sim, nem era preciso acorda-me tão cedo, mas enfim, já não consegui pregar olho, e nem valia a pena, levantei-me fui comer e fiz as camas logo de seguida.
Entretanto já eram 10:30h quando a minha mãe me liga a dizer que ia almoçar com a tal vizinha e que se eu quisesse podia ir ter com o João, e foi o que fiz, sabia que ele estava sozinho, - porque está de férias esta semana toda - e não fui de modas, vesti-me a saí logo de casa.
Quando cheguei andava ele nas limpezas da casa, maquina da roupa a lavar, aspirador no hall de entrada e esfregona na mão. Ele não esperava por mim e adorou o surpresa.
A hora do almoço havia frango panado com arroz, eu gostei tanto que fui procurar a receita:

  • 1 frango (800 g)
  • sal
  • 3 colheres de sopa de farinha
  • 1 ovo
  • 2 colheres de sopa de pão ralado
  • 2 dl de azeite ou 200 g de banha
  • 1 limão
Ponha a farinha num prato. Bata o ovo noutro prato e deite o pão ralado ainda noutro prato.
Passe os pedaços de frango primeiro pela farinha, depois pelo ovo e finalmente pelo pão ralado. Tenha o cuidado de sacudir o pão ralado em excesso. Aqueça bem o azeite (ou a banha) e ponha os pedaços de frango a fritarem. Os pedaços do peito devem ser retirados cerca de 10 minutos depois; os das pernas, ao fim de aproximadamente 15 minutos. Em qualquer dos casos, os pedaços de frango devem escorrer muito bem. Depois, mantenha quente.
Lave o limão, seque e corte em 8 partes. Coloque os pedaços de frango numa travessa e guarneça com os oitavos de limão.
 Estava muito bom, e durante a tarde ficámos por lá, pois ás 14h a minha mãe ainda andava com a vizinha, e entretanto nós resolvemos ir dar uma volta para não estarmos ali a tarde toda, - não é que não fosse bom, mas todos os dias também não - e fomos ver as novidades ao IKEA, já eram perto das 16h, até porque estivemos a cuscar o catalogo e vimos lá coisas muito úteis para a nossa casita.
Cheguei a casa já eram quase 19h, a minha mãe estava cansada de ter andado a tarde quase toda com a vizinha, e como eu tinha aparecido entretanto descarregou em cima de mim, mas pronto, depois do jantar lá fizemos as pazes.
E tudo voltou ao normal...

terça-feira, novembro 15, 2011

Cinco alimentos para ajudar o cérebro

Uma alimentação adequada pode melhorar a sua capacidade cerebral. Saiba o que pode comer para tornar o seu cérebro mais eficiente. Há 5 alimentos que lhe podem aumentar a actividade cerebral naturalmente, são eles: espinafres, nozes, sardinhas, grãos de café e lentilhas. São considerados alimentos inteligentes. 

Espinafres

Tanto os espinafres como qualquer verdura são considerados uma das melhores e mais saudáveis escolhas alimentares. Os investigadores afirmam que comer mais verduras promove a função cerebral, desacelerando o declínio cognitivo.
 
Nozes

Os investigadores descobriram que um plano alimentar que inclua nozes aumenta a atividade mental. As nozes contêm uma mistura inteligente de antioxidantes e ácidos gordos ómega 3 que fazem o cérebro trabalhar.
As nozes são muito nutritivas, por isso, opcionalmente pode optar por comer algumas a meio da tarde para aumentar a sua capacidade mental e física.

domingo, novembro 13, 2011

Um magusto à maneira

E porque na sexta-feira dia onze o João esteve a trabalhar - numa formação que segundo ele foi a maior seca de sempre - fizemos o magusto ontem, sábado, com castanhas cozidas (foi o João que pediu e a minha mãesinha fez) e água pé. 
O resto das castanhas vão ser comidas hoje, uma parte fritas - porque o meu pai adora, e eu também gosto - e a outra parte assadas - sim, também tenho direito, até porque prefiro assadas - no forno cá de casa. Só para recordar que o João vem cá a tarde para comer o resto das castanhas, quando ele cá vem é uma alegria, nem a minha mãe se lembra mais do pé ou das discussões a avó.


sábado, novembro 05, 2011

Kiribati, uma ilha a afundar-se

Kiribati, é um país da Micronésia e Polinésia que ocupa uma área muito vasta do Oceano Pacífico, mas que é bem pequeno em termos de área terrestre. É o primeiro país a mudar de ano, na ilha de Kiribati, mas pode vir a deixar de o ser. A ilha fica apenas três metros acima no nível do mar, e este tem conquistado muito terreno há pequena ilha obrigando muitos residentes a mudar de local vendo as suas habitações serem destruídas e levadas pelo mar.
O Kiribati está a afundar-se, e o governo local já pediu ajuda de outros países para evacuar o arquipélago. A agua salgada está a contaminar os poços, cuja água era usada para banhos e a lavagem da roupa, e também para a rega das hortas que sucumbem pelo elevado nível de sal. O povo então percebeu que, se não adaptasse seu cultivo à nova realidade, teria de se conformar com uma dieta baseada em arroz e enlatados - alimentos que já monopolizam o prato de boa parte da população.

quarta-feira, novembro 02, 2011

Chuva a potes

Hoje cheguei atrasada, mesmo saindo cedo, devia ter saido ainda mais cedo de casa pois precisava de pôr gasosina no carro e de levantar dinheiro, e estava um tempo horrivel, as estradas pareciam rios de tanta água que tinham. 
Fui Jumbo de Alfragide porque era a bomba que me ficava mais em caminho e felizmente nao habia fila, mas para meu grande azar, quando so faltavam tres carros para ser av minha vez a bomba encravou e tive que esperar cerca de meia hora, - eu com pressa e o tempo passar, não há nada mais stressante - entretanto lá conseguir atestar e seguir caminho.Atrium SaldanhaImage via Wikipedia
Dei duas volta ao Saldanha primeiro que conseguisse um lugar para estacionar, depois fui a correr levantar dinheiro ao multibanco mais próximo, - felizmente havia um ali próximo - e mas agora tinha outro problema, precisava de moedas para pagar o estacionamento do carro, fui a um café, não tinha, fui a um cabeleireiro, nao tinha, fui a uma farmácia, foi a que me safou, consegui trocar os 10€ em uma nota e moedas, - o que faz a crise, nenhum estabelecimento agora consegue trocar uma nota de 10€. Já estava super atrasada mas também o máximo que podia fazer era correr, para além de estar a contar com um telefonema a perguntar se eu sempre ia ou não.
Pago o estacionamento respirei de alivio. Agora que já estava descansada lá fui á minha vida, só quando estava no elevador é que reparei que tinha os sapatos e a calças encharcadas do joelho para baixo.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...