Pesquisar neste blog


Um dos blogues mais bonitos e originais e que merece ser visitado mais do que uma vez, pelas suas curiosidades, historias num mundo magico, videos de musica e cinema, entre muitas outras coisas...
(Dito por um fã)

_____________________________


O primeiro passo para superar o bloqueio de escritor não é começar a pensar, mas começar a escrever." ~*~ Christopher Rice.

A Minha Melhor Amiga

Daisypath Friendship tickers
Se eu tenho um contador de namoro, porque não um contador de amizade?? ;)

Namorando...

Daisypath Anniversary tickers
Um dia sem ouvir a tua voz é como descobrir que o mar morreu.

sábado, julho 30, 2011

Get Lost

Fomos ver a Feira Medieval de Sintra. Estava um frio de rachar e muito vento e ele apenas com um camisola sem mangas. Assim que se deu a volta á feira e se viu as barraquinhas todas ele pediu-me para irmos embora, e de facto ele tinha os braços gelados. 
Fomos para o carro e dei a volta pela Serra, ainda tinhamos tempo de ir para casa.


domingo, julho 24, 2011

Amy Winehouse

Não era uma coisa que esperasse até porque não é de toda das minhas cantoras favoritas, mas fui um pouco apanhada de surpresa.
Amy Winehouse at the Eurockéennes of 2007
As causas da morte de Amy Winehouse ainda estão a ser investigadas pelas autoridades.

Os seus representantes tinham cancelado, no último mês, todos os concertos da digressão europeia, incluindo uma actuação no Festival Sudoeste em Agosto, alegando “problemas de saúde”.

No jardim em frente ao apartamento de Winehouse, os fãs foram deixando flores e postais dirigidos à cantora. E nas redes sociais, a notícia correu como um vírus. Dos amigos a nomes da música mundial, repetiram-se mensagens demonstrando tristeza e apoio aos familiares.

Quem com ela privou no círculo privado fala de uma voz poderosa numa mulher “doce” e frágil. Ronnie Wood, dos Rolling Stones, lembrou os bons momentos que viveu com a cantora. Tony Bennett, que com Winehouse gravou um dueto do seu novo álbum, elogiou-lhe as capacidadades vocais. Uma artista frágil com a “mais natural voz de jazz” dos cantores contemporâneos, como referiu ao Guardian.

Fonte: Publico

quinta-feira, julho 21, 2011

Sabiam que...

...este videoclip foi gravado na Praia das Maçãs em Sintra??

Eu também não sabia, mas ouvi na rádio que ouço habitualmente enquanto fazia o meu caminho para Belas e depois resolvi procurar pela musica, mas acho que também muitas imagens da Praia Grande, senão mesmo a maioria delas. Gosto muito contente quando vejo coisas destas porque me dá orgulho em ser Portuguesa.

Aqui fica o videoclip.



domingo, julho 17, 2011

A Profecia

Estacionei o carro mesmo em frente á porta do prédio, e subi para o meu rés-de-chão esquerdo, ainda meio abismada, enquanto fazia as tarefas que tinha pendentes. Estava em piloto automático e não conseguia ter reacção para mais nada. Findo tudo isto arrumei-me para a entrevista e voltei a sair cerca de uma hora e meia depois. Tinha de me abstrair da cena que presenciara, as pessoas normais não saem de dentro de muros, nem mudam de roupa com tal rapidez, aquilo com certeza que seria ilusão de óptica. Respirei fundo umas dez vezes sem descurar os espelhos do carro e os trânsito à minha volta.
Mais meia hora de caminho e já tinha chegado à empresa onde seria a entrevista, procurei um sitio para estacionar, de preferência à sombra. Perguntei a um segurança qual era o piso e disse o motivo porque estava ali, ele disse que era no terceiro e eu subi no elevador. Havia várias portas e eu toquei é campainha daquela para onde ia, como é óbvio,  e pouco depois uma senhora de cabelo encaracolado, curto e preto, abriu-me a porta e pediu-me para esperar um pouco na salinha ao lado, mas não tardou muito em me chamar para outra sala, para ser atendida. Qual não é o meu espanto quando vejo a mesma mulher de cabelos ruivos, voltei a congelar, mas controlei-me o máximo que pude, embora não fosse capaz de impedir as minhas mãos de transpirar. Ela observou o meu currículo com os seus óculos de ler, retirou-os e olhou para mim sem dizer nada.

sábado, julho 16, 2011

Within Temptation

Quando estou triste ou zangada parece só este tipo de musica me consegue aliviar. É a altura em que fecho os olhos e imagino as coisas como eu queria que fossem!
É o meu momento de estar sozinha, de deixar que cá dentro a minha eu posso gritar e fazer o que bem entende, como se o mundo fosse mais fácil de lidar, como se houvessem varinhas mágicas e vassouras que voam.

quinta-feira, julho 14, 2011

Spice Girls - 2 Become 1

Hoje acordei com esta musica na cabeça e a pensar no meu namorado. E não preciso de dizer mais nada, pois não??

quarta-feira, julho 13, 2011

30 Seconds To Mars - Closer To The Edge

Entrevista

Hoje fui a uma entrevista ás 11:30h - mas só me chamaram ás 11:55h - era para vender produtos da ZON Fibra, por objectivos, a recibos verdes durante seis meses. Eu nunca fui boa a vender coisas, nunca consegui vender as minhas bijuterias quanto mais vender algo da ZON, que nem toda a gente quer. Nunca gostei de impingir coisas aos outros.  Por isso estou na duvida se devo aceitar ou não, até porque por outro lado estou mais inclinada para fazer o curso de manicure. 

Será que devo arriscar nisto das vendas??

Eu sei que quero mesmo muito começar a trabalhar, mas também não me quero espalhar ao comprido, arriscando em algo que depois pode não dar em nada e venho-me embora de mãos a abanar, o que já nao era a primeira vez que acontecia. E isto de vendas, das duas uma, ou é para andar de carro de porta em porta a gastar gasolina ou é para estar ao telefone o dia todo, coisa que eu ao fim de três dias já estou farta de fazer, para mim não dá! Não consigo ter um trabalho em que a unica função seja estar o dia todo ao telefone a dizer o mesmo texto vezes sem conta como um robô, ou ter que andar de porta em porta. Já fiz isso na ERA, na MAKRO, e mais recentemente nos Censos 2011, como devem saber.
Por isso, não sei o que fazer, só sei que preciso de trabalhar e de ganhar dinheiro, mas também acho que há que admitir quando algo não se encaixa muito bem no nosso perfil. Isto é a minha opinião, e vale o que vale :/

Um ano depois...

Sim, nem parece que já passou um ano desde aquele dia em que senti que o céu se tinha aberto sobre a minha cabeça. Como eu estava errada! Eu devia era ter ficado feliz e ter percebido que se ele me estava a deixar era porque não servia para mim.

Hoje tenho um sentimento completamente oposto do deste dia, hoje sinto-me feliz, completa e, no campo amoroso, estou totalmente realizada!

É curioso pensar que há um ano atrás eu andava tão triste, tão enraivecida, ao ponto talvez de uma depressão, não aceitando mais uma vez ser abandonada. Não aceitando que ele pudesse gostar de outra pessoa, não aceitando que ele pudesse ter uma família com essa pessoa.

Mas há uma coisa que eu acho que não mudou, continuo a não querer vê-lo nunca mais, sim eu quis uma amizade mas sinceramente não iria funcionar porque há coisas que quando tem que terminar terminam mesmo e não há volta a dar. E por mais que custe temos que entender isto.

Hoje, tenho um namorado lindo que me adora muito mais do que eu poderia imaginar, temos uma casa para onde vamos os dois em breve e que está já toda mobilada - andamos a comprar as coisas desde Abril, mais ou menos - só falta o carro estar finalmente em meu nome, e ter o tão desejado trabalho/emprego - espero que este curso seja o ultimo que tire e que me dê a independência financeira que eu pretendo para poder viver com o meu namorado e ajudá-lo também.

Ou seja, desde que aquele dia, que a minha vida saiu daquele impasse, que tem vindo a melhorar a cada minuto! Até mesmo a nivel familiar, porque os meus pais gostam muito do João, o que não acontecia com o antigo namorado, como bem se devem lembrar.
Por vezes ainda me lembro daquelas palavras que ele disse: Acontece tanta coisa num ano. E é bem verdade, aconteceu realmente muita coisa desde o ano passado, pois o final de 2010 para mim foi muito mau! Só a partir de Dezembro, quando comecei a deixar certas coisas ficaram para trás, é que me comecei a sentir melhor. Mas o melhor mesmo foi encontrar este grande Homem que tenho agora ao meu lado. Amo-te!
E só para concluir, tenho cada vez mais a certeza de que é com o João que a minha vida vai começar, que sou sair da minha concha e viver o que sempre quis, e ser muito, mas muito feliz com ele, com a Beatriz e com o Rafael!



terça-feira, julho 12, 2011

Golfinhos no Tejo

Ora aqui está uma coisa que eu pensava que nunca iria ver: golfinhos no rio Tejo. Afinal eles sempre regressaram ao rio Tejo e espero que fiquem por lá é sinal que o rio está a ficar mais limpo e que há mais peixe para eles se alimentarem. Estou muito feliz!

A porta escondida

Já não era a primeira vez que ao passar naquela rua tinha a sensação de haver uma porta escondida naquela parede do muro. Era visível a forma de uma porta, quase como se eu a pudesse empurrar para ela se abrir. Mas nunca gostei de ser intrusa nem coscuvilheira de mais por isso segui o meu caminho. Ia ás compras, buscar uns legumes, frutas e pão. O dia estava enublado, e a Serra estava toda tapada pelo nevoeiro, o que normalmente num dia de Inverno era sinonimo de chuva, mas num dia de Verão como era o caso tornava o dia um bocado soturno e abafado pelo calor, só muito de vez enquando é que o Sol lá espreitava por entre as nuvens, mas voltava logo a esconder-se. 
De regresso, tive de voltar pela mesma rua para chegar ao carro, os sacos já me estavam a magoar as mãos. Assim que os arrumei dei-me conta de que a rua estava deserta, apesar de estar cheia de carros estacionados, não se via ninguém. Quando vou para entrar no carro e voltar para casa ouço o som de pedras a arrastar no chão e imediatamente olho para o lado, um bloco inteiro daquele muro estava a abrir-se, a tal porta que eu pensava estar escondida estava a mover-se, e ouviu-se o som de alguém do outro lado a fazer bastante força para empurrar aquela porta. Eu baixei-se e fiquei a ver o que acontecia.

segunda-feira, julho 11, 2011

A Nudez

Hoje encontrei um artigo num blog Wicca que fala sobre a nudez nos seus rituais - confesso que por muito que goste da religião, estar nua em frente de gente que nunca vi, era coisa que eu não conseguia fazer - e gostei do artigo porque me fez entender algumas coisas que ouço, diz lá que a nudez é reprimida por estar associada ao sexo e ao amor, porque um é sujo e o outro é pecado. Isto quase parece a mentalidade da minha avó! Eu e o meu namorado andamos nus pela casa - a primeira custou um pouco, não me sentia lá muito á vontade, mas ele tanto insistiu que queria que fossemos fazer o almoço sem roupa - e dançamos na sala sem problemas. Nunca tinha feito isto com mais ninguém, mas também nunca tinha sido tão feliz com mais ninguém. E sinto-me pronta para repetir, vai ser lixado é de inverno, lol! Ele não vai conseguir tirar-me o meu robe quentinho nem as minhas meias :p
E porque já estou a falar demais e depois ele esfola-me quando vir isto no facebook vou apenas deixar aqui um pequeno excerto do artigo que li. 
O entendimento do poder feminino e da natureza é a base da Wicca, esse poder está presente desde os primórdios da humanidade.
A nudez e o sexo são elementos divinos em várias culturas antigas.
Os Índios norte-americanos, polinésios, índios do Amazonas e muitos outros povos de várias culturas não utilizam vestes para fins religiosos e enxergam na prática sexual um elemento sagrado.
O corpo, em especial o das mulheres, é venerado e não como objecto de prazer e consumo, mas sim como portador de uma dádiva, a capacidade de conceber e gerar vida.
Cobrir o corpo é parte da ideia de reprimir o AMOR e o sexo.

Fonte: Bruxaria Wicca Portugal

Katy Perry - Hot N Cold

Adoro esta musica, só não entendi a ideia da zebra no clip.

sexta-feira, julho 08, 2011

Written In The Stars



Oh written in the stars
A million miles away
A message to the main
Ooooh
Seasons come and go
But I will never change
And I’m on my way


Quando um grande Amor está destinado, por mais voltas que a vida dê, acaba sempre por acontecer...

quinta-feira, julho 07, 2011

Good Life


Oh this has gotta be the good life
This has gotta be the good life
This could really be a good life, good life

Say oh, got this feeling that you can't fight
Like this city is on fire tonight
This could really be a good life
A good, good life


Poderia eu imaginar que seria assim tão feliz? Tão feliz ao ponto de sentir tanta energia dentro de mim? Energia que flui como um rio e me faz sentir plena? Plena de vida e de alegria. 
Poderia eu imaginar que, há um ano atrás, que as coisas estivessem tão bem? Que no lugar das tristezas e das raivas agora pudesse sentir alegria e felicidade?
Se calhar não podia, mas ainda bem que tudo aconteceu assim!

terça-feira, julho 05, 2011

Saiu-lhe o tiro pela colatra!

Esta é daquelas noticias super sarcásticas e irónicas mas que no fundo nos deixam a pensar.

Um motociclista que participava num protesto contra a obrigatoriedade de uso de capacete, em Onondaga, Nova Iorque, morreu depois de ter um acidente, ao qual provavelmente teria sobrevivido se estivesse a usar o capacete protetor.
O motociclista guiava uma Harley Davidson de 1983, com um grupo de motociclistas, quando travou e perdeu o controlo. Philip A. Contos foi projetado por cima do guiador e não resistiu à queda, acabando por morrer, já no hospital.
A Polícia local, citada pela AP, diz que o homem provavelmente teria sobrevivido se estivesse a usar o capacete.
Fonte: Expresso

segunda-feira, julho 04, 2011

A isto é que eu chamo sorte!

Um anel de curso de um homem norte-americano foi recuperado 51 anos depois de ter sido deixado cair numa sanita pela sua namorada.
«A última vez que vi o anel terá sido na mão da minha, então namorada, mulher Diane que o terá deixado cair, porque lhe era grande no dedo», explicou ao «Myfox8.com» Thomas Kidd, o proprietário da jóia perdida.

O anel foi encontrado num cano de esgoto do vizinho Steve Brantley quando procedia à substituição da canalização.
Steve Brantley afirmou que, depois de encontrar o anel, o limpou e procurou o dono, já que o objecto estava identificado com iniciais.

Diane, a esposa de Thomas Kidd, sublinhou que «foi uma grande surpresa» terem recebido de volta o anel que estava perdido há 51 anos.

Fonte: TVI24


domingo, julho 03, 2011

Censos 2011, que surpresa?

Hoje são muitos os que pensam que a população residente em Portugal aumentou. Parte dessa perceção deve-se, talvez, ao facto de uma grande fatia da população portuguesa viver em zonas próximas do litoral, em áreas urbanas, em especial nas áreas metropolitanas de Lisboa e do Porto. Com efeito, nestas duas áreas, que ocupam cerca de 4% da superfície do território, reside 40% da população, segundo os resultados preliminares do Recenseamento da População de 2011. Cinco décadas atrás, o panorama era bem diferente: em ambas as áreas metropolitanas, residia cerca de 26% da população de Portugal.   

Note-se, porém que esse crescimento ligeiro da população teria sido ainda menor sem os movimentos migratórios. A quebra da natalidade e o prolongamento médio da vida dos indivíduos não só são responsáveis pelo progressivo envelhecimento da sociedade portuguesa mas também redundaram numa "externalização" do crescimento populacional. A diferença entre os que nascem e os que morrem é cada vez menor (tendo atingido valores negativos, pela primeira vez em 90 anos, em 2007, 2009 e 2010), pelo que a componente migratória desempenhou um papel decisivo sobre a variação populacional na última década: larga parte (91%) do aumento da população resultou do saldo migratório positivo.
Contudo, apesar do valor do saldo migratório ser positivo, como se esperava, este ficou abaixo do que seria expectável. A partir das estimativas anuais, divulgadas na Pordata, só nos anos de 2002, 2003, 2004 e 2005 o saldo migratório positivo terá atingido 219 mil, bastante superior, portanto, ao agora apurado - de 182 mil - para o total do decénio.

O que quer isto dizer? Que porventura desaproveitámos, mais cedo do que pensávamos, uma oportunidade importante de atrair e fixar a população em Portugal. Só mais tarde, com a publicação dos resultados definitivos do Recenseamento da População de 2011, estaremos em condições de aprofundar esta questão. Para já fica a dúvida e alguma preocupação caso, tal como tudo parece indiciar, Portugal tenha regressado à situação, que não acontecia desde 1993, de país predominantemente de emigração. 


Fonte: Visão

sábado, julho 02, 2011

Captain Jack

Não sou grande fã Jonnhy Deep mas sim da musica que já não a ouvia há algum tempo.

Piano

Toco cada pedacinho da tua pele,
Com toda a ternura e paixão.
O teu sabor a mel,
Que me inspira o coração!

Sinto cada folgo teu,
Com a ansiedade do prazer.
A vontade seres meu,
Que me vens sempre trazer.

Quero que sejas o meu piano,
Para todos os dias te tocar.
Quero passar cada ano,
E sempre te Amar!

Land of down under

Traveling in a fried-out combie
On a hippie trail, head full of zombie
I met a strange lady, she made me nervous
She took me in and gave me breakfast
And she said,

"Do you come from a land down under?
Where women glow and men plunder?
Can't you hear, can't you hear the thunder?
You better run, you better take cover."

Buying bread from a man in Brussels
He was six foot four and full of muscles
I said, "Do you speak-a my language?"
He just smiled and gave me a vegemite sandwich
And he said,

"I come from a land down under
Where beer does flow and men chunder
Can't you hear, can't you hear the thunder?
You better run, you better take cover."

Lying in a den in Bombay
With a slack jaw, and not much to say
I said to the man, "Are you trying to tempt me
Because I come from the land of plenty?"
And he said,

"Oh! Do you come from a land down under? (oh yeah yeah)
Where women glow and men plunder?
Can't you hear, can't you hear the thunder?
You better run, you better take cover."

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...