Pesquisar neste blog


Um dos blogues mais bonitos e originais e que merece ser visitado mais do que uma vez, pelas suas curiosidades, historias num mundo magico, videos de musica e cinema, entre muitas outras coisas...
(Dito por um fã)

_____________________________


O primeiro passo para superar o bloqueio de escritor não é começar a pensar, mas começar a escrever." ~*~ Christopher Rice.

A Minha Melhor Amiga

Daisypath Friendship tickers
Se eu tenho um contador de namoro, porque não um contador de amizade?? ;)

Namorando...

Daisypath Anniversary tickers
Um dia sem ouvir a tua voz é como descobrir que o mar morreu.

terça-feira, dezembro 29, 2009

O Ano Novo Celta


A Roda do Ano é o que simboliza a concepção de tempo dos pagãos e principalmente a dos Celtas era um tanto quanto diferente da atual. Eles não viam o tempo de forma linear, mas circular, cíclico. Seus calendários levavam em conta não só o ciclo solar, como é o nosso, mas também o ciclo lunar.

Originários da tradição celta, os Sabbats ocorrem oito vezes ao ano, levando-se em conta a posição da Terra com relação ao Sol: Equinócios e Solstícios. Nessas ocasiões, são homenageadas duas divindades: a Grande Mãe, ou simplesmente a “Deusa”, que simboliza a própria terra, e o Deus Cornífero, O Gamo Rei, protetor dos animais, dos rebanhos e da vida selvagem.

A cada uma delas deu-se um nome:

Samhain


31 de Outubro (Hemisfério Norte) e 1° de Maio (Hemisfério Sul).

Este sabá marca o ano novo celta, assim como o início de uma nova Roda do Ano. Samhain, o festival dos mortos, é popularmente conhecido como Halloween. Essa é uma época de meditação e reflexão, sobre os ciclos da natureza, da vida e da morte. Época de nos conectarmos com a energia dos nossos antepassados e de todos aqueles espíritos e seres que nos auxiliaram em nossa caminhada, pois é uma época em que, segundo a cultura pagã, o "véu entre os mundos" se torna mais tênue.


Yule


21 de Dezembro (Hemisfério Norte) e 21 de Junho (Hemisfério Sul).

Yule é a época do Solstício de Inverno, quando a Criança do Sol renasce, a qual é uma imagem do retorno de toda nova vida através do amor dos Deuses. Os escandinavos tinham um Deus chamado Ullr, e dentro da Tradição Nórdica, Yule é considerado o Ano Novo. Nas demais tribos e povos da europa pré-cristã, o solstício de inverno era a mais antiga festa sazonal e dada sua importância foi sincretisado com as festividades do Natal Cristão.


Imbolc

1º de Fevereiro (Hemisfério Norte) e 1º de Agosto (Hemisfério Sul).

Imbolc, também chamado Oilmec e Candlemas ("Candelária"), celebra o despertar da terra e o crescente poder do Sol. A Deusa é venerada em seu aspecto de Virgem da Luz e seu altar é decorado com galanto, que anuncia a primavera. É a festa da lactação, da bênção aos recém-nascidos, pois a Deusa amamenta o Deus renascido na forma de seu filho.

Hemisfério Norte: 2 de Fevereiro Hemisfério Sul: 1o de Agosto

Também conhecido como Imbolc, Oimelc e Dia da Senhora, Candlemas é o Festival do Fogo que celebra a chegada da Primavera. O aspecto invocado da Deusa nesse Sabbat é o de Brígida, a deusa celta do fogo, da sabedoria, da poesia e das fontes sagradas. Ela também é deidade associada à profecia, à divinação e à cura.

Esse Sabbat representa também os novos começos e o crescimento individual, sendo o "afastamento do antigo" simbolizado pela varredura do círculo com uma vassoura, ou vassoura da bruxa, tradicionalmente realizado pela Alta Sacerdotiza do Coven, que usa uma brilhante coroa de 13 velas no topo de sua cabeça.

Na Europa, o Sabbat Candlemas era celebrado nos tempos antigos com uma procissão à luz de archotes para purificar e fertilizar os campos antes da estação do plantio das sementes e para glorificar as várias deidades e os espíritos associados a esse aspecto, agradecendo-lhes.

A versão cristianizada da procissão de Candlemas honra a Virgem Maria e, no México, ela corresponde ao Ano Novo Asteca.

Incensos: manjericão, mirra e glicínia. Cores das velas: marrom, rosa, vermelha. Pedras preciosas sagradas: ametista, granada, ônix, turquesa. Ervas ritualísticas tradicionais: angélica, manjericão, louro, benjoim, quelidônia, urze, mirra e todas as flores amarelas.

Ostara

21 de Março (Hemisfério Norte) e 21 de Setembro (Hemisfério Sul).

Agora noite e dia são iguais. Em Ostara o Sol aumenta em poder e a terra começa a florescer. Na época do Equinócio de Primavera, os poderes da fase de armazenamento do ano são iguais aos da escuridão do inverno e da morte. Para muitos pagãos, o jovem Deus, com seu chamado de caça, mostra o caminho com dança e celebração. Outros dedicam essa época do ano a Eostre, a Deusa anglo-saxã da fertilidade.

Beltane

30 de Maio (Hemisfério Norte) e 31 de Outubro (Hemisfério Sul).

Os poderes da luz e da nova vida agora dançam e movem-se através de toda a criação. A Roda continua a girar. A primavera dá lugar à primeira floração plena do Verão e os Pagãos celebram Beltane com a dança da fita, simbolizando o Sagrado Casamento entre Deusa e Deus.

Litha

21 de Junho (Hemisfério Norte) e 21 de Dezembro (Hemisfério Sul).

Litha ou Solstício de Verão. O Deus em seu aspecto de luz está no auge de seu poder e é coroado como o Senhor da Luz. É uma época de fartura e celebração.

Lammas

1º de Agosto (Hemisfério Norte) e 2 de Fevereiro (Hemisfério Sul).

Lammas, também chamado Lughnasadh, é o tempo da colheita do trigo, quando os Pagãos colhem o que plantaram, quando celebram os frutos do mistério da Natureza. Em Lammas, os Pagãos dão graças pela generosidade da Deusa em seu aspecto de Rainha da Terra.

Mabon

21 de Setembro (Hemisfério Norte) e 21 de Março (Hemisfério Sul).

Em Mabon o Equinócio de Outono dia e noite tornam-se iguais. À medida que as sombras aumentam, os Pagãos vêem as faces mais sombrias de Deus e Deusa. Para muitos, esse rito honra a velhice e a aproximação do inverno.

Fecha-se o Ciclo

A Roda gira e volta a Samhain.


(Texto retirado de Wikipédia)

segunda-feira, dezembro 28, 2009

Nick Carter na Rua Sésamo


Juro que quando vi não acreditei, tava com vontade de dar um berro lol mas nao adiantava porque tambem ninguem me iria ouvir. Se eu alguma vez imaginei ver as duas coisas que mas gosto juntas? O Nick e a Rua Sésamo. Uau!!


Baleias deram á Costa


Tava eu a falar em Baleias Orcas, e hoje surge uma noticia sobre as Baleias Piloto, um grupo de baleias deu à costa na Nova Zelândia no último fim-de-semana. No sábado, em Farewell Spit, vários animais morreram depois de terem ficado presas na areia, segundo os responsáveis locais. No total, os media internacionais apontam que morreram cerca de 125 baleias nos últimos dois dias naquele país.


Ora aqui está mais uma razao para protegermos a baleias, muitas desorientam-se, nao sabemos bem porquê, e acabam nas praias.


Felizmente, alguns dos exemplares que ficaram presos conseguiram salvar-se. Graças aos grupos de voluntários constituídos por moradores locais, turistas e ambientalistas que devolveram ao mar 43 destas mamíferos, uma delas acabou por conseguir até dar á luz uma cria poucas horas depois de estar no mar. Um acontecimento feliz no meio da tragica invasão da praia de Colville Bay.

Algumas das causas que podem explicar este incidente é a doença de um dos animais ou uma anomalia no sonar natural dos mamíferos.

Estatuas de Buda

Várias estátuas de Buda esculpidas na rocha há cerca de 1400 anos foram descobertas por arqueólogos na parte indiana de Caxemira, revelaram fontes oficiais da Índia.
Segundo as mesmas fontes, citadas pela agência IANS, as estátuas foram descobertas em Zanskar, uma região de maioria budista, e são parecidas com os famosos Budas destruídos no Afeganistão em Março de 2001 pelos talibãs numa região declarada património da Humanidade pelaUNESCO.
Caxemira, a única região indiana de maioria muçulmana, é um território disputado pela Índia, Paquistão e China, país que Nova Delhi acusa de ocupar ilegalmente oito mil quilómetros na região.

Retirado de Ionline

 


domingo, dezembro 27, 2009

Baleia Orca

A orca é o membro de maior porte da família Delphinidae, (golfinhos) e um predador versátil, podendo comer peixes, moluscos, aves, tartarugas, ainda que caçando em grupo, consigam capturar presas de tamanho maior, incluindo morsas. O nome provém da tradução direta do inglês "killer whale". Está, portanto, no topo da cadeia alimentar oceânica. Pode chegar a pesar nove toneladas. É o segundo animal de maior área de distribuição geográfica - logo a seguir ao homem - podendo encontrar-se em qualquer um dos oceanos.
Têm uma vida social complexa, baseada na formação e manutenção de grupos familiares extensos. Comunicam-se através de sons e costumam viajar em formações que assomam ocasionalmente à superfície. 


O nome orca foi dado a estes animais pelos antigos romanos, em princípio, derivado da palavra grega ὄρυξ que (entre outros significados) se referia a uma espécie de baleia. "Baleia assassina" é outro dos nomes mais vulgares. Contudo, desde a década de 1960, a comunidade científica (principalmente a anglófona) passou, de novo, a utilizar mais frequentemente "orca", que apesar de ter origem "erudita" foi rapidamente aceite pela população em geral que foi adoptando cada vez mais o termo. As razões para esta mudança de nome popular também está ligada ao fato de os leigos terem começado a interessar-se mais pela espécie, aprendendo, por exemplo, que este animal não é, de fato, uma baleia, mas sim um golfinho. A palavra orca era já comum noutras línguas europeias - o aumento de pesquisas científicas sobre a espécie ajudou também a criar uma certa convergência na forma de nomear este cetáceo. Outra razão relaciona-se com o adjetivo "assassina" que parece ter implícita a ideia errónea de que seria letal para os seres humanos. Orca é, quanto a isso, uma opção vocabular mais neutral.
É interessante verificar que línguas não-europeias continuam a designar este animal com termos igualmente intimidantes. Para o povo Haida das Ilhas da Rainha Carlota ao longo da costa da Colúmbia Britânica, a orca é conhecida como skana ou "demónio assassino". Os japoneses chamam-na de shachi (鯱), cujos caracteres kanji combinam os radicais para peixe (魚) e tigre (虎).



As orcas utilizam na sua alimentação uma grande diversidade de presas diferentes. Populações específicas têm tendência a especializar-se em presas específicas, mesmo com o prejuízo de ignorarem outras presas em potência. Por exemplo, algumas populações do mar da Noruega e da Gronelândia são especializadas no arenque, seguindo as rotas migratórias deste peixe até à costa norueguesa, em cada Outono. Outras populações preferem caçar focas.

Mais frequentemente, contudo, as orcas caçam cerca de 30 espécies diferentes de peixes, nomeadamente o salmão (incluindo salmão-real e salmão-prateado), arenques e atum. O tubarão-frade, o tubarão-galha-branca-oceânico e, com apenas um caso documentado, um jovem tubarão-branco, são também caçados pelos seus fígados altamente nutritivos, acreditando-se também que são caçados no sentido de eliminar ao máximo a competição. Outros mamíferos marinhos, incluindo várias espécies de focas e leões marinhos são também procurados pelas populações que vivem nas regiões polares.
Em média, uma orca come cerca de 60 kg de comida por dia. Com uma tal variedade de presas e sem outros predadores que não o homem, é um animal bem no topo na cadeia alimentar.


quarta-feira, dezembro 23, 2009

O Bolo Rei




Bolo Rei é um bolo tradicional português que se come na consoada por alturas do Natal (25 de Dezembro) até ao Dia de Reis (6 de Janeiro), numa clara alusão aos proprios Reis Magos, que levaram o incenso, o ouro e a mirra ao menino Jesus.

De forma redonda com grande buraco no centro lembra uma coroa pintalgada por frutos secos e cristalizados.
No interior do bolo Rei encontram-se misturadas com a massa branca e fofa: passas, frutos secos, frutas cristalizadas além da característica fava, dizendo a tradição que tem o direito a pedir um desejo quem tal fava lhe calhar em fatia (ou muitas vezes cabendo-lhe o pagamento do jantar). Inicialmente escondia-se também em cada bolo rei uma pequenina surpresa ou brinde. A inclusão de brinde foi proibida pela União Europeia, por alegados motivos de segurança, já que o brinde é feito de metal.

No Brasil também existe a tradição do Bolo Rei, que remonta ao período colonial e é uma herança cultural portuguesa. À pessoa que encontra a fava, cabe o dever de oferecer em retribuição ao dono da casa, no ano seguinte, um Bolo Rei.

segunda-feira, dezembro 21, 2009

Mundia

Encontrei este site através do Facebook, e criei uma conta gratis e comecei a fazer a minha arvore geneologica.

O Mundia permite às pessoas em qualquer local do mundo criar, descobrir e partilhar suas histórias da família com facilidade e de forma interessante.

Com o Mundia, o utilizador pode:

  • Crie a sua árvore genealógica. A seguir, aumente a árvore ao partilhar e colaborar com outros.
  • Receba dicas sobre antepassados e parentes encontrados em árvores de outros membros.
  • Contacte outros membros para encontrar parentes vivos desconhecidos.
  • Mantenha-se actualizado através de comentários, histórias e fotos publicadas dentro do seu círculo familiar.

O plano básico de participação no Mundia é gratuito.

O Mundia é o novo sítio de história da família do Ancestry.com, o líder em história da família online e a maior rede de árvores genealógicas online do mundo. A Mundia é uma plataforma verdadeiramente global que oferece acesso a mais de 10 milhões de árvores genealógicas de todas as partes do mundo com mais de mil milhões de perfis. A Mundia está disponível em vários idiomas.


Para quem quiser é so ir a Mundia.pt e começar a criar a sua familia, adicionando fotos, historias de vida e tudo mais que se queira.

Tambem vou deixar aqui um video que retirei do you tube.



domingo, dezembro 20, 2009

Samsung solidária

Neste Natal a Samsung está a levar a cabo uma campanha de solidariedade que precisa da ajuda de quem navega na Internet. A ideia da empresa é doar electrodomésticos e equipamentos de electrónica para a Casa Sol, que apoia crianças seropositivas. 

Quem passa pelo site deve clicar no electrodoméstico que pretende ver doado. Quando forem atingidos os cliques necessários, o electrodoméstico em causa é doado. Quem participar pode divulgar na sua conta da rede social - Facebook ou Twitter que o fez.


Este artigo foi retirado do sapo.

quinta-feira, dezembro 17, 2009

Já nasceu e é uma menina


Finalmente comprei um telemovel novo, ja andava ha algum tempo a procura-lo porque esteve esgotado tempos infinitos. De tanta vez fui á TMN que consegui um para mim, só nao é azul, mas é rosa, dai ser uma menina.


A moça que me mostrou o telemovel touxe o rosa porque como ja disse o azul continua esgotado, mas quando vi nesta cor tambem fiquei a apaixonada. E até foi engraçado porque do dos meus pendentes que trago no telemovel é um sapato de salto alto. Com vêm ja tenho uma menina crescida, lol.

Mas falando um pouco mais do telemovel, para alem de ser LINDO, o Samsung B3310 é um telemóvel com teclado QWERTY deslizante, especialmente concebido para integração com rede sociais como Facebook, MySpace e Flickr e para todos os que não vivem sem as SMS, que é claramante o meu caso, quando começo a teclar com o meu namorado nunca mais paro :p

A TMN usa-o na sua campanha de divulgação do TMN MOCHE, sim eu ainda tenho o cartão que veio dentro da caixa, mas sinceramente nao estou pensar em usá-lo, pelo menos para já!

O Samsung B3310 distingue-se à primeira vista pelo design e destina-se especialmente aos amantes dos sistemas socias, (pena é nao ter o Hi5, trocava de livre vontade o Facebook pelo Hi5) e a todos que gostam de trocar mensagens com os amigos de forma fácil e rápida.

Existem quatro cores disponiveis, azul, rosa, cinza e verde, embora em Portugal eu só tenha visto ainda as tres primeiras. São cores divertidas e coloridas que tornam o telemóvel jovem.
O seu formato compactado molda-se à mão, mas tive que alargar um pouco o meu suporte de mãos livres porque embora nao pareça é um pouquinho mais largo que o meu antigo.


Perfeito para enviar SMS e email, acho que nunca tinha enviado uma mensagem tão rápido!! Outra coisa tambem muito fixe é o visor do telémovel em tem um atalho que permite ir diractamante á pasta que queremos, sem ter que passar sempre pelo menu.



Tem tambem uma câmara 2.0 Megapixeis, com vários modos de fotografia, gravação de vídeos até 15 fps QVGA, guarda as fotografias directamente no cartão MicroSD até 8GB, leitor de música, leitor de MP3 e Rádio FM com RDS.



Eis agora alguns videos encontrados no you tube:











Fring


Já alguem alguma vez ouviu falar do fring?


Quem tem os telemoveis mais recentes talvez sim, outros talvez nao. Era o meu caso, antes de ter o meu actual telemovel.



Pois é o fring é um software para telemovel que permite usar o msn mensenger, o gtalk, incluindo tambem o Skype, ICQ, SIP, Twitter, Yahoo! e AIM!!

Leve todos os seus amigos para onde quer que vá com o fring, ligue e faça um chat com eles gratuitamente, tal como se estivesse em casa confotavelmente no seu messenger, e mais, veja quem está online antes de ligar para a pessoa desejada.


Dá para ouvir música com os amigos na Last.fm,  até tem o Facebook, permite receber alertas de movos mails na conta do Google.

Trazendo benefícios do PC para o telemóvel, o fring irá turbinar seu telefone com mobilidade e disponibilidade como você nunca viu antes, integrando todos os contatcos em uma lista só, relação dinâmica para a procura de amigos..
Tenha várias conversas ao mesmo tempo, envie e receba arquivos e muito mais.

Ao editares o teu perfik no fring podes tambem adicionar alguns Add-Ons ao teu fring ;)





Uma das vantagens do fring é achar automaticamente as redes WiFi já utilizadas para conectar ao serviço, gerando economia de tempo na hora de fazer uma possível conexão no mesmo lugar, só que em outra ocasião.

Bom, e pelos visto só funciona mesmo com as redes  WiFi porque aqui em casa não consigo ligar o fring de forma nenhuma! Se alguém souber como ajudar eu agradeço.

O fring dá a liberdade de ligar a partir móvel-móvel, mobile-to-PC e PC-para-móvel para que possa compartilhar experiências manter em contacto com todos os seus amigos on-line de todos os tempos. A dinâmica, sempre ligada lista de contatos, com o status em tempo real para todos os seus amigos mostrando quem está online, offline, em uma chamada e o que está a fazer até agora.

E também possível enviar e receber suas fotos favoritas, vídeos, músicas, jogos, ringtones, documentos e muito mais com problemas Fring o recurso de transferência gratuita de arquivos - sem mais necessidade de cabos, Bluetooth, infravermelhos ou MMS não confiáveis. 

Feliz Natal!!

Hoje venho publicar um video do you tube que me enviaram :) nao vou precisar de falar muito sobre o video e ja vão perceber porquê!

Feliz Natal para todos os que lêem o meu blog.


terça-feira, dezembro 15, 2009

A lenda da Arvore de Natal

Entre as várias versões sobre a procedência da árvore de Natal, a maioria delas indicando a Alemanha como país de origem, a mais aceita atribui a novidade ao padre Martinho Lutero (1483-1546), autor da Reforma Protestante do século XVI. Olhando para o céu através de uns pinheiros que cercavam a trilha, viu-o intensamente estrelado parecendo-lhe um colar de diamantes encimando a copa das árvores. Tomado pela beleza daquilo, decidiu arrancar um galho para levar para casa. Lá chegando, entusiasmado, colocou o pequeno pinheiro num vaso com terra e, chamando a esposa e os filhos, decorou-o com pequenas velas acesas afincadas nas pontas dos ramos. Arranjou em seguida papéis coloridos para o enfeitar mais um tanto. Era o que ele vira lá fora. Afastando-se, todos ficaram pasmos ao verem aquela árvore iluminada a quem parecia terem dado vida. Nascia assim a árvore de Natal. Queria, assim, mostrar as crianças como deveria ser o céu na noite do nascimento de Cristo.

Na Roma Antiga, os Romanos penduravam máscaras de Baco em pinheiros para comemorar uma festa chamada de "Saturnália", que coincidia com o nosso Natal.

As saturnálias eram uma antiga festividade da religião romana dedicada ao templo de Saturno e à mítica Idade de Ouro. Era celebrada todos os 17 de Dezembro. Ao longo dos tempos, foi alargada à semana completa, terminando a 23 de Dezembro. As Saturnálias tinham início com grandes banquetes, sacrifícios, às vezes orgias; os participantes tinham o hábito de saudar-se com o Saturnalia, acompanhado por doações simbólicas. Durante estes festejamentos vinha subvertida a ordem social: os escravos podiam considerar-se temporatiamente homens livres, e como tal podiam comportar-se; vinha eleito, a sorte, um princepe - uma espécie de caricatura da classe nobre - a quem se entregava todo o poder. Na verdade a conotação religiosa da festa prevalecia sobre aquela social e de "classe". O "princepe" vinha geralmente vestido com uma máscara engraçada e com cores chamativas, dentre as quais prevalecia o vermelho ( a cor dos deuses), e podia recordar o nosso Pai Natal.





A Árvore de Natal, desempenha papel importante na data comemorativa do Nascimento de Nosso Senhor. Os relatos mais antigos que se conhecem acerca da Árvore de Natal datam de meados do século XVII, e são provenientes da Alsácia, encantadora província francesa.

Descrições de florescimentos de árvores no dia do nascimento de Cristo levaram os cristãos da antiga Europa a ornamentar as suas casas com pinheiros no dia do Natal, única árvore que nas imensidões da neve permanece verde.

Para os gnósticos, a Árvore de Natal tem uma profunda concordância com as tradições Alquímicas, Cabalísticas e Cósmicas de todas as tradições. Todos os presentes, todos os enfeites, as cores etc., têm um significado profundo e altamente simbólico.

Portanto, ao montar-se a Árvore de Natal, lembre-se de compô-la de acordo com a tradição, criando-a para carregar o ambiente onde ela está com vibrações bastante positivas.
A data sugerida para se montar a Árvore Gnóstica de Natal é preferentemente dia 1º de dezembro.

quinta-feira, dezembro 10, 2009

Os Telemoveis de hoje - Alerta

Vi isto num blog e resolvi por aqui, infelizmente não tirei o endereço do blog porque o meu pc ficou sem bateria e desligou-se e perdi os site todos com que estava a trabalhar. O lado bom é que como colei logo aqui ficou guardado.


Ora cá vai...



O tamanho é cada vez menor, mas os recursos são infindáveis. A maioria tira fotos digitais, tem função de rádio, ipod, programas de computador para envio e recebimento de músicas, filmes, fotos, e mail, etc. A famosa caderneta de telefones foi substituída pela agenda eletrônica, constante em todos os aparelhos celulares. Além dos nomes e telefones de parentes e amigos, podemos ainda colocar fotos nítidas de nossos familiares.

Assim como uma faca que pode ser usada para passar manteiga no pão ou assassinar alguém, os celulares também vêm sendo usados pela marginalidade para a prática de inúmeros delitos. Acompanhe o relato de uma vítima: "Aconteceu um fato bastante desagradável e assustador com meu irmão. Ele foi assaltado e os bandidos levaram, dentre outras coisas, seu celular. Como ele tinha registrado o meu número em sua agenda, como "irmã cel.", os assaltantes ligaram durante a noite e me ameaçaram. Passei por momentos horríveis! Eles se diziam do PCC, queriam que eu depositasse em uma conta R$ 5.000,00 para que meus familiares não fossem molestados. Através da agenda telefônica de meu irmão, eles obtiveram os telefones e fotografias de várias pessoas de nossa família, assim começaram as ameaças. Gostaria de transmitir a vocês o alerta que o delegado de polícia nos deu. Ele disse que não devemos identificar as pessoas em nossos celulares como "mãe", "pai", "irmão", etc. Além disso, ao invés de escrevermos "casa", devemos utilizar uma outra palavra qualquer". Cuidado com os dados inseridos na agenda do celular. Decore os números importantes, para que não haja necessidade de colocá-los no celular. Já em relação às fotos, recomendo que as retire imediatamente do celular, pois em caso de perda ou subtração o aparelho pode virar uma arma poderosa contra você.

sexta-feira, dezembro 04, 2009

Graffitar o IC19

Fonte da empresa Estradas de Portugal afirma que «A EP pretende enquadrar o ambiente rodoviário e dignificar também este tipo de expressão artística, chamando artistas da zona para comporem um mural que transmita aos automobilistas a ideia que estas manifestações podem constituir um elemento de valorização da estrada».

Bem, para quem gosta de graffitis com eu apesar de nao saber pintar, ficar uma pouco parado no trensito até ja nem parece muito mau tendo em conta que se pode aprecisar esta arte muitas vezes vandalizada.


Concordo com esta ideia a 100%, mas quem nao goste. Imaginem que estamos no tempo do Leornardo Davinci e que ele resolvei pintar a Monalisa na parede! É exactamante o que o que se passa com os grafittis, é um estilo de arte, de pintura, de expressão, e eu admiro-a tal como admiro a Monalisa, e as outras obrar de arte. A unica diferença é que muitas vezes nao se conheço o autor. E nesse ponto de vista discordo de quem o faz por vandalismo!

Nao se deve fazer isso com a nossa arte, seja ela qual for.

Mas voltando ao tema, a Estradas de Portugal vai grafitar três muros do IC19, junto ao Nó de Paiões, no âmbito da empreitada de Alargamento e Beneficiação do IC19 entre o Nó do Cacém e Ranholas. As pinturas vão ter início nos dias 14 e 15 de Novembro junto à Zona Comercial (1ª fase). As restantes fases serão desenvolvidas nos fins-de-semana seguintes. Esta é uma iniciativa desenvolvida em colaboração com a Câmara Municipal de Sintra.

Numa iniciativa pioneira, é a primeira vez que a EP grafita muros de suporte aos seus empreendimentos, tornando-se na primeira concessionária rodoviária a dignificar esta expressão artística e conciliando-a com o ambiente rodoviário.

Os graffitis serão pintados pelo Colectivo Cultural GRAUU, uma associação especialista em arte urbana Graffiti da região, convidada para o efeito pela Câmara Municipal de Sintra.

Com uma solução mais ousada que a simples pintura, mas totalmente integrada no meio envolvente de cariz suburbano, a EP pretende também combater os graffitis desconexos que aparecem nas barreiras acústicas e muros edificados dos seus empreendimentos, usando agora a mesma arte para melhor servir os automobilistas.


So tenho pena de nao ter fotos para mostrar, por isso a quem ler este artigo se tiver fotos destas pintura no IC19, agradecia quem podesse enviar-me para colocar neste post.
Obrigado, e viva a arte dos graffitis!!

quinta-feira, dezembro 03, 2009

Golfinhos

 


Os golfinhos ou delfins são animais cetáceos pertencentes à família Delphinidae. São perfeitamente adaptados para viver no ambiente aquático, sendo que existem 37 espécies conhecidas de golfinhos dentre os de água salgada e água doce. A espécie mais comum é a Delphinus delphis.
São nadadores privilegiados, às vezes, saltam até cinco metros acima da água, podem nadar a uma velocidade de até 40 km/h e mergulhar a grandes profundidades. Sua alimentação consiste basicamente de peixes e lulas. Podem viver de 25 a 30 anos e dão à luz a um filhote de cada vez. Vivem em grupos, são animais sociáveis, tanto entre eles, como com outros animais e humanos.
Sua excelente inteligência é motivo de muitos estudos por parte dos cientistas. Em cativeiro é possível treiná-los para executarem grande variedade de tarefas, algumas de grande complexidade. São extremamente brincalhões, pois nenhum animal, exceto o homem, tem uma variedade tão grande de comportamentos que não estejam diretamente ligados às atividades biológicas básicas, como alimentação e reprodução. Possuem o extraordinário sentido de ecolocalização ou biosonar ou ainda orientação por ecos, que utilizam para nadar por entre obstáculos ou para caçar suas presas. (in Wikipedia)





Esta é a defenição que está no wikipedia, mas para mim este seres são muito mais do que isso, são os princepes do oceano. Nao deve de haver animal tao gracioso nos seus movimentos enquanto nada do que o goldinho, seja qual for a sua espécie. È um animal fabuloso, e o que mais admiro neles é a sua extrema inteligencia.
E uma das coisas que eu mais amava era poder nadar com eles, quer fosse no seu meio natural ou numa piscina, de qualquer das formas era algo unico que eu nao iria esquecer de certeza.
Para mim, tudo o que seja relacionado com o mar ou os golfinhos é lindo!


Bom, por outro lado tambem resolvi escrever este post porque me enviaram este link. Tem um artigo lindo e cheio de magia de um blog que eu AMEI ler, e assim aqui deixo a dica para irem ler tambem, aconselho vivamente a quem ama tanto os golfinhos como eu.
Eu nem vou por aqui um excerto porque acho que ia acabar com a magia do artigo, prefiro que entrem no blog leiam.

Bjos :)


Leia tambem:
O Ano do Golfinho

terça-feira, dezembro 01, 2009

A LENDA DO FIAT 127 !


Há dois minutos estava a limpar a minha caixa de e-mail, e vi este que se segue e foi enviado pela minha melhor amiga, claro k nao o ia apagar mas sim araquivar porque o mail está mesmo muito giro, mas nao vou estragar o que ai vem!



Qualquer FIAT é bom. Por acaso também tenho um, o meu é verde e nota-se ao longe ;)




A LENDA DO FIAT 127 !


 

Certo dia,  estava eu na estrada com o meu FIAT 127, e como era de esperar, a lata velha avariou. 
Então, encostei a relíquia na berma e fiquei à espera que passasse alguém.

 


 

Apareceu um Porsche Boxter bi-turbo, a 170km/h.
 

Nisso, o tipo do Porsche faz marcha-atrás e volta até ao FIAT.
Ele oferece-se para rebocar a porcaria do FIAT e eu aceitei a ajuda, mas pedi para não acelerar muito senão a lata velha desmontava-se (óbvio).

 

 

E combinei que piscaria o farol sempre que o Porsche estivesse a acelerar demais. 
Então, o Porsche começou a rebocar o carro e sempre que passava dos 60km/h, eu fazia sinal com o farol (no singular) porque, para variar, um deles tinha um curto-circuito e não funcionava.

 

E o tipo do Porsche ia puxando a 'batedeira' a 60 km/h no máximo, morrendo de tédio... 
Então aparece um Mitsubishi 3000 GT, que "pica" o Porsche e este não não vai de modas e arranca! 120, 130, 150, 190, 210, 240 Km/h...

 

Eu já estava desesperado, a piscar o farol que nem um louco, e os dois alinhados... 
Os tipos passam por uma patrulha da polícia, mas nem vêem o radar, que regista uns impressionantes 240 km/h! Daí, o polícia avisa pelo rádio a próxima patrulha:

 


'Atenção, um Porsche vermelho e um Mitsubishi preto a disputar uma corrida a mais de 240 km/h na estrada, e ...juro pela minha mãezinha... um FIAT 127 colado à traseira deles a dar sinal de luz para ultrapassar!




domingo, novembro 29, 2009

Nova imagem


Ola, como podem ver finalmente consegui modificar o meu blog ao meu jeito. No final, até parece muito fácil mas dá algum trabalho, mas eu passo a explicar como o fiz.

1ª Parte
Configurei o html do meu template para que em vez de duas colunas ficasse com tres, muito uitl. Já andava doida á procura de como criar um template de tres colunas. Mas encontrei, está em ingles mas é muito facil de perceber. No entanto se nao entenderem mesmo nada de ingles, o google tradutor resolve o problema.
O blog onde achei isto chama-se "Blog Buster" e para alem desta dica tambem tem mais. Tenho que as cuscar quando puder. Adoro fazer coisinhas novas no meu blog.

2ª Parte
Enquando procurava uma imagem de fundo ou outra coisa qualquer para embelesar o meu novo blog de tres colunas, encontrei um tutorial que me permitiu então criar uma imagem de fundo para o meu blog. Muito mais simples do que se pensa!
Este blog tambem está em ingles, aqui quem teve de usar o google tradutor fui eu porque a forma como ela escreve está muito confusa. O nome do bog é "Garden Gnome at Home", estive a dar uma vista de olhos mas ainda nao vi mais nenhuma dica aqui.

3ª Parte
Depois da imagem criada basta, coloca-la no photobucket (por exemplo) e copiar o link directo, e mais uns codigos de html, que tambem estão no blog referido acima, para o template e ja está. Eis o meu novo blog!

E o melhor de tudo é que consegui fazer isto sem perder as minhas widgets :)
Não é para me gabar, mas ficou melhor do que eu esperava :p

Gostaram? Divirtam-se e viva os blogs de tres colunas.

sexta-feira, novembro 27, 2009

Preserve o meio ambiente, transforme óleo de frituras em detergente caseiro


Preserve o meio ambiente, transforme óleo de frituras em detergente caseiro.
Estamos sempre a falar em preservação do meio ambiente, mas, sabia que o óleo de frituras que desprezamos agride e muito os nossos rios?

O que podemos fazer com ele então?

Muito fácil, faça um excelente detergente caseiro e utilize na limpeza da sua casa e até mesmo para lavar roupa.Claro é sempre mais fácil ir á merciaria da esquina (nao desfazendo do nosso pequeno comercio) e comprar um detergente mais barato.
Mas aí vem a máxima: falar é fácil, o difícil é fazer.

Mãos na massa!



Receita
- 3 litros de óleo de cozinha usado (coado);
- 2 litros de álcool;
- 1/2 kg de soda caustica; (muito cuidado aqui)
- 15 litros de água fervendo;
Modo de preparar
Misturar o óleo, álcool e a soda. Repousar por 2 horas;
Misturar com cuidado os 15 litros de água quente , deixe repousar 12 horas;
O detergente que fabricou pode ser armazenado dentro de garrafas e rende aproximadamente 20 litros.

Cuidado


-Siga correctamente as proporções e orientações da receita. A soda cáustica deve ser manuseada com cuidado para não queimar as mãos e outras partes do corpo.
-Como qualquer produto de limpeza, mantenha o detergente ecológico fora do alcance de crianças e animais domésticos.


Retirado de:
http://cucasuperlegal.blogspot.com

domingo, novembro 22, 2009

Farmácias



Hoje descobri uma coisa muito interessante e util.


Quem já nao se perguntou, como é que podia ver qual a famácia de serviço? Sim, existem panfletos que indicam isso em todas as farmácias, mas e quando nos esquecemos de trazer um?

Pois, hoje precisei de saber isso e resolvi pesquisar na net. E encontrei no site do sapo uma página onde se pode pesquisar por concelho e por codigo postal qual a farmácia de serviço na nossa zona de residencia.


 
É muito fácil de usar, a primeira pagina surge com um mapa de Portugal e todos os distritos incluindo ilhas, basta clicar em cima do distrito, em de seguida clicar no concelho, e ele mostra uma lista inteira de farmácias.




Para um resultado mais preciso escreva o seu codigo postal e verá uma lista mais pequena com as famácias da sua zona de residencia.


Simples, pratico e preciso! ;)

Se estiver interessado em visitar esta página, tem um link directo na minha BlogRoll no fim desde blog.

quinta-feira, novembro 19, 2009

Poortugaal

Não, nao me enganei a escrever o nome do meu país, é exactamente assim, mas não propriamente a falar desde nosso pequeno rectângulo onde vivemos.
Estou a falar de uma província a sul de Roterdão na Holanda.


 

A história da povoação data do Século XV; tem uma igreja desse período. O nome provavelmente deriva de Portugal, tanto que há enorme semelhança em ambos brasões de armas igualmente na época.
Em 1 de Janeiro de 1985 fundiu-se com Rhoon para formar o município de Albrandswaard.(in Wikipedia)


A região envolvente de Poortugaal, nos arredores de Roterdão, já era habitada no século IV AC. Cerca de meio milénio depois, os romanos tentaram fixar-se no território que, no entanto, só viria a ser povoado, de modo estável, a partir do século IX.
Por volta de 1170, os moradores da região começaram a defender-se do desnível das águas através da construção de variados diques. Foi assim que surgiu um primeiro polder com cerca de cem hectares. No centro desse polder inicial, edificaram-se diversas construções em madeira (pelo menos algumas casas, uma torre e uma primeira igreja). No século XIII, a sul do sistema de diques já existente, foi-se concentrando alguma população que não dispunha de terra (denominada mais a sul por servos da gleba) e que acabaria por dar origem à actual povoação de nome Poortugaal.
Um dos sintomas interessantes dessa relação com Portugal é a existência, ainda hoje, de uma família com o nome “Tempelaar”. O ramo mais antigo dessa família remonta a 1574 (Herman), embora haja ascendentes com variações desse mesmo apelido, nomeadamente “Tempelar”, “Tempeler”, “Tempelers” ou “Tempelaer”. É provável - afirma-se no site da família (onde o Convento de Cristo de Tomar é ostentado) - que a genealogia derive de alguma ligação à Ordem lusa dos Templários, sendo, no entanto, quase certo que o actual nome deverá ter aparecido já depois de extinta a ordem. Nas várias pesquisas que levei a cabo, em torno desta curiosa povoação do Ijsselmonde, não encontrei vestígios de fixação judaica oriunda de Portugal, na sequência do fatídico início de quinhentos (fica desde já lançado o repto a quem vier a encontrar). (in Miniscente)







Esta vila tem um brasão que se assemelha á nossa Bandeira de Portugal, com as cinco quinas, o vermelho e a coroa, so falta mesma a côr verde








Tem belos lagos, uma rara beleza natural e aparentemente parece ser uma vila muito pacada.



Talvez mais um bom lugar num mundo para se viver.
Ja agora vou acrescentar mais uma coisa, descobri isto no programa da SIC "Nós por cá" e como achei bastante interessante resolvi pesquisar visto que tinha o portátil a dois passos de mim. Espero que todos tenham gostado!



quarta-feira, novembro 18, 2009

Prendas de Natal


Hoje, estava eu ainda de pijama e robe, recebo uma mensagem atravas do messenger da minha melhor amiga a convidar-me para irmos ás prendas de natal. 
Optimo! Bora nessa!
Veio-me buscar depois de almoço, e trouxe uma das irmãs para a ajudar na escolha das prendas.

Bom na verdade, o facto de eu ir era tambem para lhe ensinar o caminho para um novo centro comercial que abriu aqui na Amadora, eu acho mais que aquilo ja deve pretencer a Odivelas, mas enfim. È o Dolce Vita Tejo, dizem que é o maior da Europa, pelo menos tenho a certeza que é o maior de Portugal, porque nunca sai deste meu país.


Eu andei á procura de uma prenda para o meu menino, e tava a pensar nuns boxears, mas preciso de averiguar a medida certa dele.
A minha amiga andou nas busca das prendas ideias, mas acabou tambem por levar um pijama para ela, e mais um casaco de cabedal e uma t-shirt, que lhe ficam mesmo a "matar" ( nina, tens que mandar as fotos para ver se encontrar um namorado).
Para finalizar, fomos ao Starbucks, e é aqui mesmo o motivo deste post. 
O Starbucks é um dos principais fornecedores de café e uma das mais importantes marcas mundiais de café de alta qualidade, com mais de 15.000 lojas na América do Norte, América Latina, Europa, Próximo Oriente, Ásia e Pacífico.
E precisamente hoje, havia la uma prova de cafés, eu adoro café, e quis exprimentar, nem ia pagar nada pelo café. Ficámos á espera mas o café nunca mais vinha, e nós tres como ja é costume a imaginar o que teria acontecido mas viradas para a brincadeira, lol.


Eis que o rapaz chega, nao trazia o café, mas trazia tres vales, para cada uma de nós, para bebermos uma bebida de borla (qualquer bebida), sem gastar nada ;)
Foi o melhor momento do dia, assim da proxima vez que la passar, porque fica mesmo em caminho para casa do meu namorado, ja posso ir la e pedir um chocolate quente dos grandes.


Foi um dia em cheio!

segunda-feira, novembro 16, 2009

Sabiam que...

O cubo de Rubik, também é conhecido como cubo mágico?

Este cubo é um quebra-cabeça tridimensional, inventado pelo húngaro Ernő Rubik em 1974. Originalmente foi chamado o "cubo Mágico" pelo seu inventor, mas o nome foi alterado pela Ideal Toys para "cubo de Rubik". Neste mesmo ano, ganhou o prémio alemão do "Jogo do Ano" (Spiel des Jahres).

O Cubo de Rubik é um cubo geralmente confeccionado em plástico e possui várias versões, sendo a versão 3x3x3 a mais comum, composta por 54 faces e 6 cores diferentes, com arestas de aproximadamente 5,5 cm. Outras versões menos conhecidas são a 2x2x2, 4x4x4 e a 5x5x5.

É considerado um dos brinquedos mais populares do mundo, atingindo um total de 900 milhões de unidades vendidas, bem como suas diferentes imitações.

HISTÓRIA


O primeiro protótipo do cubo foi fabricado em 1974 pelo professor do Departamento de Desenho de Interiores na Academia de Artes e Trabalhos Manuais Aplicados em Budapeste (Hungria). Quando Rubik criou este quebra-cabeça, a sua intenção era criar uma peça que fosse perfeita em si mesmo, no que se refere à geometria. A sua principal função foi para ajudar a ilustrar o conceito da terceira dimensão aos seus alunos de arquitetura. A primeira peça que realizou foi em madeira e pintou os seus seis lados com seis cores distintas, para que, quando alguém girasse as faces do cubo, tivesse uma melhor visualização dos movimentos realizados.


CURIOSIDADES


* O cubo de Rubik possui 43.252.003.274.489.856.000 (43 quintiliões (português europeu) ou quintilhões (português brasileiro) (Escala curta)/43 triliões (português europeu) ou trilhões (português brasileiro) (Escala longa) de combinações possíveis diferentes.
* Se alguém pudesse realizar todas as combinações possíveis a uma velocidade de 10 por segundo, demoraria 136.000 anos, supondo que nunca repetisse a mesma combinação.
* Ernő Rubik, inventor deste quebra-cabeça, demorou um mês a resolver o cubo pela primeira vez.






Ainda com espirito de Halloween

domingo, novembro 15, 2009

A agua é extraordinaria




Gerador de Templates



Hoje, durante as minhas pesquisas na net, procurava um template novo para o meu blog,  quando eis que encontro uma página muito interessante que dizia, " Blogger Generator" e decidi abrir e tentar. Até podia ser aquilo mesmo que eu procurava, nao é?  

A ideia está muito criativa, mas de facto para quem quer um template como deve de ser acho que este programa ainda está um pouco arcaico.
 
Eu tentei, nem que fosso só pela curiusidade de ver como ficava no final.
Devo dizer que nao gostei muito do resultado final, para ser sincera, mas pode ser que alguns de vocês tenham mais jeito para lidar com o site do que eu.


Então aqui está a minha dica :) e vou continuar à procura de um template bonito!




Icebergues flutuam para a Nova Zelandia

Um bloco de gelo com 50 metros de altura e 500 de comprimento foi avistado a poucos quilómetros da costa da ilha Macquarie, na Antárctida. É o maior dos 20 icebergues que se deslocam do Norte da Antárctida para a Nova Zelândia.

O aparecimento dos blocos de gelo pode estar relacionado com a quebra de um icebergue maior em vários bocados.

O degelo é o efeito mais visível das alterações climáticas do planeta

Nickelback - Never Gonna Be Alone

sábado, novembro 14, 2009

Cinco mil espirros por dia!!!

Vejam o video porque nao tenho palavras para descrever isto, alem de que o próprio vídeo fala por si.



Agua na Lua

Em Outubro, a Agência Espacial Norte-Americana levou a cabo uma experiência algo invulgar, em que despenhou dois projécteis numa cratera para levantar poeira que seria depois analisada por uma sonda.
Estes vestígios de água congelada encontrados na cratera de “Cabeus” vão agora ser analisados a fim de se descobrir há quanto tempo — há quantos milhões de anos — existe água na Lua.
“Estamos a desvendar os mistérios do nosso vizinho mais próximo e, por extensão, do sistema solar”, diz Michael Wargo, o cientista lunar chefe da NASA.
A água agora encontrada poderá conter informações, por exemplo, acerca da formação do nosso sistema solar e, dependendo da quantidade, poderá ser usada por futuras missões espaciais.

Entrevistado pela Renascença, o astrónomo José Augusto Matos destaca o facto de, pela primeira vez, existirem “indícios muito fortes de que há, de facto, água nessas zonas polares da Lua”.
O interesse desta descoberta é, para já, meramente científico e, sublinha José Augusto Matos, um cenário onde a existência de água possa permitir a instalação de uma base lunar ou produzir combustível para naves ainda está distante.
“Ainda estamos muito longe de qualquer coisa desse género. Para já, o único interesse disto é o interesse científico. O que será interessante na próxima década é saber ao certo qual é a distribuição dessa água (…) porque aí poderemos ter acesso à quantidade de cometas que foram caindo na Lua ao longo do tempo, e isso poderá ser extremamente interessante para estudar a história do sistema solar”, diz o astrónomo.
O anuncio da NASA sobre a descoberta de água em quantidades significativas na superfície lunar relança a discussão sobre o futuro da exploração espacial.
O assunto é, de resto, tema de um debate que decorre até sábado no Porto. Astrónomos, biólogos, filósofos e teólogos debatem as condições para uma futura expansão para outros planetas e as consequências que isso pode ter para a Humanidade.
O encontro Fronteiras da Ciência é promovido pela Universidade Fernando Pessoa e reúne peritos de vários países para analisar os últimos avanços das futuras naves espaciais e a participação portuguesa no esforço europeu de exploração espacial.
A evolução da exploração do Universo indicia um regresso do Homem à Lua dentro de pouco tempo, tendo já em vista a próxima grande missão que é a chegada de astronautas ao planeta Marte.
Um esforço que, para Joaquim Fernandes, responsável pela organização, se justifica com a ideia de que os recursos terrestres são finitos e que a solução pode estar no espaço.

Retirado do site da Radio Renascença

sexta-feira, novembro 13, 2009

Sexta feira 13


Significado no numero 13

Existem pessoas com verdadeiro pavor ao 13 e outras que o adoptaram como número da sorte.
Sabe qual é a décima terceira carta do Tarot? A Morte. Eu tenho um Tarot e o número 13 está associado à carta do Tarot - A Morte - e é considerada uma das cartas mais intrigantes. O número 13 é negativo e fatalista para alguns; para outros, é um número de sorte. Sugere transformação, renovação e transmutação. Esta carta não significa necessariamente uma mudança negativa. Pode estar ligada a factos agradáveis: casamento, nascimento, mudança para outro país. Mas é quase sempre o fim de uma antiga forma de vida.

Numero de Sorte

Eu pessoalmente acredito que este dia é uma dia de sorte, o meu argumento baseia-se no facto de que o 13 é um número afim ao 4 (1 + 3 = 4), sendo este símbolo de próspera sorte. Assim, na Índia o 13 é um número religioso muito apreciado; os pagodes hindus apresentam normalmente 13 estátuas de Buda. Na China, os dísticos místicos dos templos são por vezes encabeçados pelo número 13. Também os mexicanos primitivos consideravam o número 13 como algo santo; adoravam, por exemplo, 13 cabras sagradas.
Na civilização cristã, por exemplo nos Estados Unidos, o número 13 goza de estima, pois 13 eram os Estados que inicialmente constituíam a Federação Norte-Americana. Além disso, o lema latino da Federação, "E pluribus unum" (de muitos se faz um só), consta de 13 letras; a águia norte-americana está revestida de 13 penas em cada asa.
Para os tatuadores o número 13 é o número especial. E muitos o tatuam. A 13ª tatuagem pode ser a própria homenagem ao numero da sorte.



A Origem do "Azar"


A Sexta-feira no dia 13 de qualquer mês, é considerada popularmente como um dia de azar.
O número 13 é considerado de má sorte. Na numerologia o número 12 é considerado de algo completo, como por exemplo: 12 meses no ano, 12 tribos de Israel, 12 apóstolos de Jesus ou 12 signos do zodíaco. Já o 13 é considerado um número irregular, sinal de infortúnio. A sexta-feira foi o dia em que Jesus foi crucificado e também é considerado um dia de azar. Somando o dia da semana de azar (sexta) com o número de azar (13) tem-se o mais azarado dos dias.

Esta superstição pode ter tido origem no dia 13 de Outubro de 1307, sexta-feira, quando a Ordem dos Templários foi declarada ilegal pelo rei Filipe IV de França; os seus membros foram presos simultaneamente em todo o país e alguns torturados e, mais tarde, executados por heresia.
Outra possibilidade para esta crença está no fato de que Jesus Cristo provavelmente foi morto numa sexta-feira 13, uma vez que a Páscoa judaica é celebrada no dia 14 do mês de Nissan, no calendário hebraico.
Recorde-se ainda que na Santa Ceia sentaram-se à mesa treze pessoas, sendo que duas delas, Jesus e Judas Iscariotes, morreram em seguida, por mortes trágicas, Jesus por crucificação e Judas provavelmente por suicídio.
Além da justificativa cristã, antes disso existem duas outras versões que provêm da mitologia nórdica que explicam a superstição. Na primeira delas, conta-se que houve um banquete e 12 deuses foram convidados. Loki, espírito do mal e da discórdia, apareceu sem ser chamado e armou uma briga que terminou com a morte de Balder, o favorito dos deuses. Daí veio a crendice de que convidar 13 pessoas para um jantar era desgraça. Há também quem acredite que convidar 13 pessoas para um jantar é uma desgraça, simplesmente porque os conjuntos de mesa são constituidos, regra geral, por 12 copos, 12 talheres e 12 pratos.
Segundo outra versão, a deusa do amor e da beleza era Friga (que deu origem a frigadag, sexta-feira). Quando as tribos nórdicas e alemãs se converteram ao cristianismo, Friga foi transformada em bruxa. Como vingança, ela passou a se reunir todas as sextas com outras 11 bruxas e o demônio, os 13 ficavam rogando pragas aos humanos. Da Escandinava a superstição espalhou-se pela Europa.


quinta-feira, novembro 12, 2009

A Queda do Muro


O Muro de Berlim (em alemão Berliner Mauer) foi uma barreira física, construída pela República Democrática Alemã (Alemanha Oriental) durante a Guerra Fria, que circundava toda a Berlim Ocidental, separando-a da Alemanha Oriental, incluindo Berlim Oriental. Este muro, além de dividir a cidade de Berlim ao meio, simbolizava a divisão do mundo em dois blocos ou partes: República Federal da Alemanha (RFA), que era constituído pelos países capitalistas encabeçados pelos Estados Unidos; e República Democrática Alemã (RDA), constituído pelos países socialistas simpatizantes do regime soviético. Construído na madrugada de 13 de Agosto de 1961, dele faziam parte 66,5 km de gradeamento metálico, 302 torres de observação, 127 redes metálicas electrificadas com alarme e 255 pistas de corrida para ferozes cães de guarda. Este muro provocou a morte a 80 pessoas identificadas, 112 ficaram feridas e milhares aprisionadas nas diversas tentativas de o atravessar.
A distinta e muito mais longa fronteira interna alemã demarcava a fronteira entre a Alemanha Oriental e a Alemanha Ocidental. Ambas as fronteiras passaram a simbolizar a chamada "cortina de ferro" entre a Europa Ocidental e o Bloco de Leste. Antes da construção do Muro, 3,5 milhões de alemães orientais tinham evitado as restrições de emigração do Leste e fugiram para a Alemanha Ocidental, muitos ao longo da fronteira entre Berlim Oriental e Ocidental. Durante sua existência, entre 1961 e 1989, o Muro quase parou todos os movimentos de emigração e separou a Alemanha Oriental de Berlim Ocidental por mais de um quarto de século.


Os planos da construção do muro eram um segredo do governo da RDA.


Walter Ulbricht foi o primeiro político a referir-se a um muro, dois meses antes da sua construção. Os governos ocidentais tinham recebido informações sobre planos drásticos, parcialmente por pessoas de conexão, parcialmente pelos serviços secretos.





O Muro de Berlim começou a ser derrubado na noite de 9 de Novembro de 1989 depois de 28 anos de existência. O evento é conhecido como a queda do muro. Antes da sua queda, houve grandes manifestações em que, entre outras coisas, se pedia a liberdade de viajar. Além disto, houve um enorme fluxo de refugiados ao Ocidente, pelas embaixadas da RFA, principalmente em Praga e Varsóvia, e pela fronteira recém-aberta entre a Hungria e a Áustria, perto do lago de Neusiedl.


O impulso decisivo para a queda do muro foi um mal-entendido entre o governo da RDA. Na tarde do dia 9 de Novembro houve uma conferência de imprensa, transmitida ao vivo na televisão alemã-oriental. Günter Schabowski, membro do Politburo do SED, anunciou uma decisão do conselho dos ministros de abolir imediatamente e completamente as restrições de viagens ao Oeste. Esta decisão deveria ser publicada só no dia seguinte, para anteriormente informar todas as agências governamentais. O muro de Berlim e o Portão de brandeburgo ao fundo em 9 de novembro de 1989. Pouco depois deste anúncio houve notícias sobre a abertura do Muro na rádio e televisão ocidental. Milhares de pessoas marcharam aos postos fronteiriços e pediram a abertura da fronteira. Nesta altura, nem as unidades militares, nem as unidades de controle de passaportes  haviam sido instruídas. 

Por causa da força da multidão, e porque os guardas da fronteira não sabiam o que fazer, a fronteira abriu-se no posto de Bornholmer Strabe, às 23 h, mais tarde em outras partes do centro de Berlim, e na fronteira ocidental. Muitas pessoas viram a abertura da fronteira na televisão e pouco depois marcharam à fronteira. Como muitas pessoas já dormiam quando a fronteira se abriu, na manhã do dia 10 de Novembro havia grandes multidões de pessoas querendo passar pela fronteira.
Os cidadãos da RDA foram recebidos com grande euforia em Berlim Ocidental. Muitas boates perto do Muro espontaneamente serviram cerveja gratuita, houve uma grande celebração na Rua  Kurfürstendamm, e pessoas que nunca se tinham visto antes cumprimentavam-se. Cidadãos de Berlim Ocidental subiram o muro e passaram para as Portas de Brandenburgo, que até então não eram acessíveis aos ocidentais. O Bundestag interrompeu as discussões sobre o orçamento, e os deputados espontaneamente cantaram o hino nacional da Alemanha. (in Wikipédia)



Para completar esta noticia, visto que era muito pequena para me lembrar do que aconteceu e do significado da queda do mudo, aqui ficam alguns videos retirados do site da rtp
























LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...